Seu Portal de Ideia e Soluções
      AMBIENTES
AMBIENTES / Jardins
VOLTAR

Jardim do Semiárido - Casa Cor SP 2015

Como crítica à crise hídrica, paisagista projetou um jardim funcional e sustentável.

Por: Arquiteta Nadine Voitille       15 de Junho de 2015   |   VISUALIZAÇÕES 3.000

Marcelo Faisal apresenta “Jardim do Semiárido” na mostra Casa Cor 2015

Como crítica à crise hídrica, paisagista projetou um jardim funcional e sustentável 

 

Inspirado no famoso jardim da Dinda, o “Jardim do Semiárido”, batizado pelo paisagista esse ano na casa cor, carrega a crítica social, política e econômica. O Jardim do Semiárido, também batizado como JARDIM DOS SERTÕES  é um espaço de 710m² na 29ª edição da Casa Cor São Paulo, que acontece de 26 de maio a 12 de julho, no Jockey Club, em São Paulo. 

Chamado de Jardim do Semiárido, este projeto surgiu como uma crítica à crise hídrica e econômica vivida no momento no país. Trata-se de um jardim 100% sustentável, com reuso de madeira e de outros materiais, sem nenhuma impermeabilização de solo, com espécies vegetais que necessitam de pouca água e baixa manutenção. Absolutamente funcional, pode ser chamado de JARDIM DOS SERTÕES. 

“Como sempre fui preocupado com a sustentabilidade e com a economia de água, hoje mais do que nunca, a crise hídrica colaborou para a criação de um jardim semiárido com a escolha das espécies (Cactos e Agaves) que consigam ficar até 30 dias sem irrigação. Resistência e rusticidade é a fórmula que consegui encontrar para garantir e contribuir com a economia da água, tão necessária nos dias de hoje.” conclui Faisal.

 

Materiais

Destaques para o piso drenante da Braston, que garante a permeabilidade e umidade do solo, garantindo um acabamento diferenciado e com belo efeito visual e baixo custo; o pergolado com madeira de demolição/reuso da Tauna; um deck de pinus tratado de baixo custo que pode ser adaptado para áreas de convivência com eventual cobertura, que pode também funcionar como espaço de convivência junto aos balanços de corda náutica e aos móveis de madeira, peças exclusivas da Tidelli, com certificado de árvores de descarte da Tauna.

“A maior tecnologia deste projeto é o baixo consumo, toda com iluminação em LED. Hoje em dia, ser tecnológico é ser sustentável e estamos falando de um projeto 100% sustentável” finaliza o profissional. 

Fornecedores: Braston, Tauna, Lepri, Brilia, Viveiro Caminho Verde, Tidelli, Tintas Renner.

 

Sobre Marcelo Faisal

Renomado profissional que despontou no cenário da arquitetura paisagística do Brasil na década de 90. Participante da Casa Cor tem projetos premiados pela FIABCI, SECOVI, ADVB, revista Architecture House e revista Espaço D entre outros.

A característica fundamental de seu trabalho é a simplicidade sofisticada com o melhor uso dos recursos naturais resultando num paisagismo de bom gosto e de baixo custo. Suas empresas são baseadas em sua dedicação e paixão pela natureza. Sua arte tem como preocupação evitar o desperdício oculto. Em seus trabalhos a forma segue a função. Some-se a isso um atendimento rápido e eficaz, ousado em inovações e sempre focado nas necessidades dos seus clientes.

Marcelo Faisal: Av. São Gualter 1941 Alto de Pinheiros - São Paulo, SP Tel: (11) 3021-2665

Informações à imprensa: Index – Estratégias de Comunicação (11) 3068-2000 | Camila Avesani – camila@indexassessoria.com.br | Karina Pascini – karina@indexassessoria.com.br 

 

 

+ MAIS FOTOS | Jardins

 

paisagismopaisagistacasa e jardimjardinagem e paisagismoTAGS:
  RELACIONADOS
Jardim moderno com lareira
Paisagismo Residencial | Dríades
Jardim Chelsea | Stone
Jardim e Paisagismo 2013 | Artefacto

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS