Seu Portal de Ideia e Soluções
      AMBIENTES
AMBIENTES / Ícones da Arquitetura
VOLTAR

Lina Bo Bardi - Principais Obras

Conheça algumas das obras da Arquiteta modernista Lina Bo Bardi: entre elas, o MASP e o Sesc Pompéia.

Por: Arquiteta Nadine Voitille       21 de Novembro de 2014   |   VISUALIZAÇÕES 17.236

Lina Bo Bardi

Com uma visão modernista, a arquiteta italiana, naturalizada brasileira, Lina Bo Bardi, contribuiu de maneira significativa para a arquitetura e para o urbanismo brasileiro.  Além de arquiteta, trabalhou como cenógrafa, editora, designer de móveis, ilustradora, artista plástica, figurinista, curadora, etc. Seu centenário será comemorado em dezembro de 2014 com várias mostras do seu trabalho no Brasil e em outros países. Leia mais, uma breve biografia e frases famosas: Lina Bo Bardi

 

Principais Obras

 

  1. Casa de Vidro: em plena Mata Atlântica, no Bairro do Morumbi, numa área de 7.000 m2, Lina Bo Bardi construiu, em 1951, sua primeira obra - que serviu de residência do casal. Com estrutura de concreto e acabamento em vidro e metais, é um marco da arquitetura de São Paulo, abrigando desde 1990, o Instituto Lina Bo Bardi e P.M. Bardi, quel reúne o acervo pessoal do casal e que mostra o empenho e contribuição desta arquiteta italiana para a nossa cultura. Em 1987, a Casa de Vidro foi tombada pelo CONDEPHAAT e depois pelo IPHAN como patrimônio histórico, tornando obrigatória a sua visitação por arquitetos brasileiros ou internacionais devido a sua importância como fonte de pesquisa de um importante período da nossa arquitetura. Imagem: (foto de 1951) Casas Brasileiras
  2. Projetou o Museu de Arte de São Paulo, o MASP: situado na Avenida Paulista, com aproximadamente 11 mil metros quadrados de concreto e vidro, o MASP foi inaugurado em novembro de 1968, em grande estilo, contando com a presença das maiores autoridades brasileiras da época, e também, da Rainha da Inglaterra, Elizabeth II.  Com um acervo de mais de 8.000 peças, ele é considerado o mais importante museu do Hemisfério Sul americano, especialmente devido ao seu estilo dinâmico e inovador, que não deixa nada a desejar em relação aos países de primeiro mundo, no âmbito das artes. Foi tombado em 1982 pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo e em 2003 pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio  Histórico e Artístico Nacional. Imagem: Guia Geográfico SP
  3. Projetou o SESC Pompéia (1982): Lina transformou uma velha fábrica, em um espaço de lazer e cultura. Imagem: Mapa das Sensações
  4. Realizou o projeto de restauro do Solar do Unhão, em Salvador: após ser tombado pelo Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1940, foi restaurado por Lina Bo Bardi, para sediar o Museu de Arte Moderna da Bahia. Imagem: Wikipédia
  5. Projetou a Casa de Cultura, em Recife: tombada como monumento histórico, é um espaço destinado a shows e apresentações folclóricas regionais, abrigando também, o Museu do Frevo. Imagem: Viagtur
  6. Reforma do Palácio das Indústrias, São Paulo (1992): inconclusa. Imagem: ComoViaja
  7. Reforma do Teatro Polytheama, Jundiaí, 1986: concluído em 1996. Imagem: Jundiaí net
  8. Projetou uma cadeira dobrável de madeira e couro para o auditório do MASP Imagem: UOL Mulher
  9. Igreja do Espírito Santo do Cerrado, em Uberlândia, Minas Gerais: Trabalhou e ajudou na escolha dos materiais. Esta igreja foi tombada como patrimônio pelo Instituto Estadual do Patrimônio Artístico/MG-IEPHA.1976-1982 Imagem: Skyscrapercity
  10. Teatro Oficina, São Paulo, 1990. Foto: Nelson Kon. Imagem: Vitruvius
  11. Cadeira modelo Tripé: foi inspirada na rede de dormir (1948 e executada em 1980). Imagem: Elisa Stecca

 

 

+ MAIS FOTOS | Ícones da Arquitetura

 

arquitetaarquitetos famososTAGS:
  RELACIONADOS
6 Obras Arquitetônicas de Eero Saarinen
Lina Bo Bardi - Principais Obras
Residência Belotti | Cornelsen

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS