Seu Portal de Ideia e Soluções
      AMBIENTES
AMBIENTES / Decoração de Interiores Comerciais
VOLTAR

Studio P - Mostra Casa & Cia

Escritórios corporativos podem oferecer um visual mais arrojado e moderno, mesmo sendo sérios.

Por: Rodrigo Ramos e Maristela Amorim       17 de Novembro de 2015   |   VISUALIZAÇÕES 1.286

Sério, sim. Mas com estilo!

Studio P é um ambiente múltiplo e versátil, para atender às mais diversas demandas profissionais ou ser adaptado a projetos residenciais

 

Quando pensamos num escritório corporativo, de um médico ou de um advogado, e até mesmo de qualquer outro profissional, instantaneamente vem aquela imagem de um espaço mais formal, com ambientes milimetricamente planejados e cores mais pálidas ou escuras. Por mais tradicional que seja, essa visão de design não precisa ser um padrão a ser seguido, afinal, esses ambientes podem oferecer um visual mais arrojado e moderno, sem perder o caráter mais sério que eles pedem.

A partir destes detalhes, a arquiteta Maria Aparecida Cury Figueiredo, a Pare, desenhou especialmente para a Mostra Casa & Cia, o Studio P, numa das salas do Trompowsky Corporate, um plano criado justamente para ser um contraponto entre o comercial, o funcional e o contemplativo. "Este é um projeto plural, podendo ser visto de várias maneiras. Ele pode ser um consultório ou um escritório, e até mesmo um ateliê. Depende do ponto de vista de quem o enxerga e de como pretende usufruí-lo", diz a profissional.

Concebido em dois atos, o Studio P revela-se um confortável lounge no térreo, com peças de mobiliários soltas e funcionais – gentilmente cedidas pela Zaika Móveis - , onde se destacam um sofá e um pufe de centro, além das polivalentes mesas laterais de madeira. Nesse contorno estão as poltronas "Barra", uma das grandes apostas de Pare Figueiredo. Com a assinatura do catarinense Bruno Faucz, elas foram sucesso na edição 2014 da Semana de Design de Paris, um dos mais importantes eventos do setor em todo o mundo.

Porém, um dos principais focos do ambiente, surge logo na entrada, por conta de dois surpreendentes pendentes, que proporcionam um direcionamento de luz planejado e um toque de modernidade aparente. A partir daí, é perceptível a força dos pequenos detalhes, onde sobressaem objetos minuciosamente escolhidos, como a impressionante máscara da tribo Zulu. Adornam também o ambiente, itens do Irã, do Marrocos, da Indonésia e da África do Sul. A viagem étnica do Studio P contempla ainda um original tapete turco feito à mão e uma rara manta do Afeganistão - esta última, trazida de lá pela própria arquiteta.

No mezanino, logo na entrada, a rigidez estética dos tradicionais escritórios é quebrada propositalmente com o uso das imagens coloridas do fotógrafo Marcinho Albani – o mesmo autor das imagens expostas no andar de baixo. Neste ambiente, o local propriamente de trabalho, encontra-se a mesa "Officer", do designer gaúcho Guilherme Wentz. O móvel, laureado em 2012 com o prêmio IDEA Brasil, contrasta harmoniosamente com o painel de azulejos em tons de cinza e as duas estantes planejadas, que guardam alguns colírios para os olhos, como os bonecos típicos da cultura indiana e o instigante colar de conchas oriundos da Papua Nova Guiné.

 

 

+ MAIS FOTOS | Decoração de Interiores Comerciais

 

decoração de escritórioescritóriosdecoraçãoescritórios comerciaisdecoração comercialTAGS:
  RELACIONADOS
Bar - Zvolen | Neopolis
Conheça a decoração do restaurante japonês Azuki
Escritório colorido por Sean Litchfield
Decoração de Escritório | Molecule

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS