CLIQUE ARQUITETURA • www.cliquearquitetura.com.br

Banheiro Adaptado

Como planejar um espaço adequado para quem possui alguma deficiência física e/ou mobilidade reduzida. Confira medidas e a disposição dos elementos no ambiente. Saiba também onde encontrar livros, empresas e profissionais especialistas em acessibilidade.

46 Adicionar à minha biblioteca

Por Arquiteta Nadine Voitille Seguir

  • 20/10/2013 - Atualizado: 24/01/2017

+ Salvar em álbum de ideias

* as imagens exibidas acima estão no corpo do artigo e poderão ser facilmente visualizadas.

 

Antes de projetar, saiba para quem você está projetando

Segundo o IBGE (pesquisada publicada em 2015 - que avaliou 62mil pessoas em 2013) 6,2% da população brasileira tem algum tipo de deficiência, seja ela auditiva, visual, física e/ou intelectual. Se considerarmos a deficiência física, o valor é de 1,3% e quase a metade destes tem grau intenso ou muito intenso de limitações.

Algo muito importante que me disseram, quando estava na universidade, é que "qualquer um pode passar por um período de deficiência": pessoas com problemas de coluna, recém operadas, grávidas, ... também precisam de acesso facilitado aos espaços.

Então, a que público estamos atendendo quando planejamos um espaço para que seja acessível? À toda sociedade.

 

Um banheiro adaptado atende à todos. Imagem: Pixabay

 

Noções Gerais

Banheiros adaptados atendem a quem utiliza cadeira de rodas, aparelhos ortopédicos, próteses e também a quem precisa de apoio, como idosos, crianças, gestantes e obesos. Leia também: Casa Adaptada para Idosos: Introdução

Os sanitários para deficientes físicos devem ser facilmente acessados, localizados próximos das circulações principais e sinalizados. Sua entrada deve ser independente, para que uma pessoa do sexo oposto possa auxiliar.

 


 

Neste artigo apresentaremos detalhes importantes para o projeto de um banheiro adaptado, baseados na NBR 9050, de 2015 - Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Também apresentaremos dois modelos de projeto de banheiro adaptado, os quais foram desenvolvidos após muito estudo (lembrando que a NBR 9050 de 2015 atualizou alguns detalhes importantes, como a necessidade do giro de 360º dentro do banheiro acessível).

 

Quantidade de banheiros adaptados necessários:

Os banheiros acessíveis são obrigatórios em edificações públicas (do governo ou que trabalhem para este), privadas de uso comum (como em edifícios residenciais - em locais como salões de festa) e em edificações coletivas (hotéis, locais esportivos, religiosos, prestadoras de serviços, etc).

  • Espaços públicos: 5% do total devem ser acessíveis (garantindo no mínimo um), para cada sexo, em cada pavimento, onde houver sanitários. Caso já exista (não seja uma construção nova), deverá ter um por pavimento, onde houver ou onde a legislação obrigar a ter sanitários;
  • Espaços privados, áreas de uso comum: 5% do total de cada peça sanitária, com no mínimo um, onde houver sanitários. Se a edificação já existir, será obrigatória uma unidade. E no caso de reforma ou ampliação da edificação existente, 5% do total de cada peça sanitária, sendo no mínimo um por bloco;
  • Edificações coletivas: se a construção for nova, deverá prever 5% do total de cada peça sanitária, com no mínimo um em cada pavimento, onde houver sanitário. Se a edificação já existir, deverá ter uma unidade adaptada onde houver sanitários. E caso seja uma reforma ou ampliação, 5% do total de cada peça sanitária, com no mínimo um em cada pavimento acessível, onde houver sanitário.

 

Eles também podem ser instalados em ambientes residenciais, trazendo mais conforto e segurança para os moradores.

 

Banheiro residencial adaptado para idosos. No entanto, depois que você aprender sobre os padrões indicados pela NBR 9050, percebrá que existem detalhes executados fora do padrão recomendado. Imagem: Casa Cor MS. Fonte: Gazeta do Povo

 

Projetando um Banheiro Acessível

A distribuição das peças sanitárias, assim como o tipo e a posição das barras de apoio, podem ser escolhidas dentro de um leque reduzido de opções da NBR 9050. No entanto, a existência destas possibilidades, somada ao fato de cada ambiente ter suas características particulares, faz com que existam várias possibilidades de layout.

Por isso, fizemos as nossas escolhas e baseados nisso, criamos modelos mínimos para um banheiro acessível.

Primeiramente, algumas medidas e informações que são a base para qualquer projeto:

 

Móveis e Acessórios

  • Armários: a altura de utilização indicada pela NBR 9050 é de 40cm a 120cm do piso acabado. É necessário que seja deixado um espaço livre de no mínimo 30cm, a partir do piso. Puxadores e fechaduras devem estar numa faixa entre 80 e 120cm;
  • Cabideiros e registros devem ficar entre 80cm e 1,20m do piso;
  • Porta-objetos: devem obedecer a faixa de altura indicada no item anterior e ter uma profundidade máxima de 25cm;
  • Dispositivo de Sinalização de Emergência: devem ficar a 40cm do piso, podendo ser instalados perto da bacia sanitária, do lavatório, da porta de acesso, do box e da banheira, para acionamento em caso de queda;
  • Barras horizontais: as barras horizontais da bacia sanitária devem medir 80cm de um eixo de fixação ao outro. A barra atrás da bacia sanitária poderá avançar no máximo 11cm para frente (da parede à sua face mais externa). Altura: 75cm do piso acabado ao eixo de fixação. Devem ser instaladas 2 barras destas, no caso de bacia instalada em parede com parede lateral (como no nosso exemplo). Mas é importante destacar que existem outras opções (e neste caso, veja a norma);
  • Barras verticais: 70cm de comprimento (entre eixos de fixação). Ela deve ficar a 30cm do fim da bacia e 10cm acima da barra horizontal localizada logo abaixo. Apenas a barra do lavatório será diferente: terá 40cm, fixada a partir de 90cm do piso e a no máximo 20cm da borda do lavatório (nossos desenhos irão ajudá-lo a visualizar estes detalhes).
  • Papeleira: as de embutir devem ficar a 55cm do piso. Já as papeleias de sobrepor (rolo) devem ter sua "linha" de saída do papel a 1m do piso.
  • Espelho: a base inferior deve estar a no máximo 90cm do piso e a altura da borda superior deve estar a no mínimo 1,80m do piso acabado. Se o espelho for inclinado 10º em relação à parede, a altura da borda inferior deve ser de no máximo 1,10m e da borda superior de no mínimo 1,80m do piso acabado.
  • Acessórios (como saboneteiras e toalheiros): devem ficar a uma altura entre 80cm e 120cm do piso acabado.

 

Desenho explicativo: onde posicionar puxadores, acessórios e armários em um banheiro acessível. Imagem: Clique Arquitetura

 

Detalhes Arquitetônicos

  • Desníveis: devem ser evitados. Se for de 5mm, poderá ser ignorado. Se for de 5mm a 2cm, deverá ser preenchido com um uma superfície inclinada de 50%. Mas se passar de 2cm, deverá ser tratado como degrau;
  • Portas - acesso: para que ocorra o deslocamento correto do cadeirante, é necessário que certos espaços sejam mantidos livres de quaisquer barreiras. Se a porta abrir no sentido oposto da chegada do usuário, deverá ter no mínimo 1,20m livre para chegada e 30cm livres entre o alinhamento da abertura e a parede da direita. Mas se a folha da porta abrir sobre o usuário, será necessário que exista no mínimo 1,50m livre na frente da porta e 60cm livres entre o vão e a parede esquerda. este é um detalhe importante especialmente quando o banheiro está em um hal ou corredor. Além disso, deverão ter, do lado oposto ao da abertura, puxadores horizontais associados à maçaneta. Veja abaixo o desenho explicativo;
  • Altura da bacia sanitária: de 43 a 45cm (do piso acabado ao topo da bacia), sem considerar o assento (com o assento, deverá ser de no máximo 46cm). Poderá ser instalada uma bacia já com a altura adequada, ou ainda executar um sóculo, o qual não deverá ultrapassar 5cm da base da bacia;
  • Válvula de parede: seu eixo deve ficar a no máximo 1m do piso acabado. Use alavancas, sensores eletrônicos ou outros dispositivos de fácil acionamento.
  • Altura lavatório (pia): a face superior da pia deve estar entre 78 e 80cm a partir do piso acabado;
  • Profundidade da pia: da borda externa à torneira deverá haver uma distância máxima de 50cm;
  • Tolerância dimensional: onde for indicado mínimo e máximo, as medidas devem ser consideradas absolutas. Em relação às demais medidas, poderá haver uma diferença de até 1cm para mais ou para menos;
  • Tamanho mínimo boxes de chuveiros: 90x95cm
  • Chuveiro: registros e misturadores devem ser do tipo alavanca, preferencialmente monocomando. O chuveiro deve ser instalado a 45cm da parede lateral e a 1m de altura. Deve haver ducha manual, na qual deve haver o controle de fluxo da água e a ducha deve ser instalada a 30cm da parede de fixação do banco a altura de 1m do piso.

 

 

Espaços livres necessários para o deslocamento de uma cadeira de rodas no acesso a portas. Imagem: Clique Arquitetura

 

Apresentamos abaixo alguns modelos. O objetivo é transmitir noções básicas que auxiliam na colocação de barras de apoio, espelhos, bacias, pias e chuveiros. Para mais informações e vários detalhes adicionais consulte a NBR 9050 ou um profissional especializado (links ao final do texto).

 

Módulo Básico (com ou sem lavatório)

Existem muitas possibilidades de layouts, no entanto, criamos alguns exemplos para facilitar a compreensão. Este modelo básico possui medidas mínimas para um banheiro acessível, com ou sem pia. Como poderá ver, a pia não irá interferir no tamanho do espaço. Isso porque a NBR 9050 de 2015 exige que seja possível um giro de 360º da cadeira de rodas no interior do banheiro.

Com esta configuração, a medida mínima para um banheiro acessível é de 200x150cm. Por que? Especialmente porque primeiro foi definido um modelo de bacia sanitária (Icasa, bacia sanitária luna Speciale IP93 - PxLxH = 56x38x44), a qual foi posicionada segundo a NBR e as normas de instalação do fabricante. Então foi inserido o círculo de diâmetro 150cm (que corresponde à área de giro de 360 graus de uma cadeira de rodas). Isso já é o suficiente para determinar as medidas mínimas deste banheiro.

O próximo passo foi escolher um lavatório sem coluna que coubesse no local, permitindo que o giro passe por baixo dele no máximo 30cm. Escolhemos um lavatório da Deca modelo 31.111 45,4x36cm.

Em volta do lavatório é necessária a instalação de barras de apoio, sejam elas horizontais e/ou verticais. No nosso modelo, usamos duas verticais.

 

Banheiro Adaptado: módulo básico de 200x150cm com bacia sanitária e lavabo (a linha tracejada indica a medida livre mínima de 80cm necessária, mas como precisamos do giro de 360 graus, teremos alguns centímetros "sobrando" no comprimento do banheiro). Imagem: Portal Clique Arquitetura

 

Banheiro adaptado: estas são as áreas de transferência e de manobra necessárias (mínimas) para uma cadeira de rodas. Imagem: Portal Clique Arquitetura

 

E no caso de uma reforma?

Neste caso serão admitidas medidas mínimas, como as indicadas no desenho abaixo (a área de manobra 360 graus será substituída pela área de rotação 180 graus).

No nosso exemplo, primeiro marcamos o giro passando 10cm embaixo da bacia sanitária e daquele ponto trouxemos 1,20m livre até o acesso da porta. Com isso, nosso banheiro poderia ter o tamanho de 150x170cm.

 

Banheiro acessível, com medidas mínimas, no caso de uma reforma (considerando o nosso modelo apresentado, acima deste). Imagem: Portal Clique Arquitetura

 

Modelo com vaso, lavatório e ducha

Para adicionar um espaço de box com chuveiro, o qual deve ter 90x95cm, alongamos o banheiro de 150 para 240cm, fazendo com que o box fique fora da área de giro, lembrando que neste espaço não pode haver desníveis, nem ralos ou grelhas. Aproveitamos a área de transferência da bacia, para que também seja o espaço da área de transferência do box.

Escolhemos uma barra em L para o box, mas poderíamos ter escolhido um modelo horizontal combinado com um vertical (neste caso a horizontal teria 70cm e a vertical 60cm, ficando a horizontal a 75cm do piso e a vertical 10cm acima da horizontal, em relação ao seu eixo de fixação.

Devemos lembrar que o piso do box do chuveiro deve ser antiderrapante e não deve ter desníveis em relação ao restante do piso do banheiro. O que é aconselhado é o uso de inclinação de até 2% na direção do ralo para escoamento da água.

 

Planta de um banheiro adaptado com bacia, lavatório e ducha. Usando nosso exemplo de módulo mínimo, adicionamos a área de um box com chuveiro. Imagem: Portal Clique Arquitetura

 

Desenho apresenta as medidas mínimas e indicadas para itens em um banheiro acessível com chuveiro (as medidas das barras verticais indicam o valor mínimo, já as demais são as representadas). Imagem: Portal Clique Arquitetura

 

Para facilitar a análise de quais são os passos que devemos seguir para criar um projeto de um banheiro acessível, criamos um diagrama. Este é simplificado: no geral iniciamos localizando a bacia sanitária e suas barras de apoio, para então definirmos o lavatório e depois chuveito e acessórios (lembrando que é necessário pensar o todo e as partes simultaneamente). Como cada ambiente possui suas particularidades, cada caso deverá ser estudado como único e é por isso que o apoio de um profissional especializado, arquiteto ou engenheiro civil, é primordial (veja ao final do artigo nossas indicações).

 

Diagrama explicativo simplificado: estes são os passos para a criação de um projeto de banheiro acessível. Imagem: Clique Arquitetura

 

Exemplos de produtos para Banheiros Acessíveis

Existem muitos itens no mercado, como barras de apoio e bancos retráteis, que facilitam a rotina de quem possui alguma deficiência física. No entanto, é preciso estar atento às medidas destes produtos e às suas características, pois muitos deles não atendem à NBR 9050. E uma dica importante: antes de comprar o acessório, é necessário saber as dimensões do espaço e estudar um projeto, assim poderá decidir se o modelo vertical ou horizontal é o mais indicado, se é o fixo ou o articulado. Exemplos de medidas de barras de apoio e de banco retrátil segundo NBR 9050:

  • Barras horizontais para a área do vaso sanitário: mínimo 80cm
  • Barras verticais para a área do vaso sanitário e do chuveiro (assim como barras em L): mínimo 70cm
  • Barras verticais para a área do lavatório: mínimo 40cm
  • Barras horizontais para a área do lavatório: devem terminar a no máximo 20cm do fim do lavatório (ou seja, sua medida dependerá do modelo da pia escolhida).
  • Banco retrátil para box: 45x70cm

 

Exemplos de barras de apoio, em inox, para banheiros acessíveis. Quer pesquisar modelos e preços? Visite: Barras de Apoio - Buscapé

 

 

Exemplos de Banheiros e Lavabos Adaptados Decorados

É possível criar um banheiro acessível bem decorado. No entanto, não é fácil encontrar exemplos e muito menos exemplos que atendam à NBR 9050 na íntegra. Por isso, caprichamos neste artigo sobre Banheiros Adaptados torcendo para que bons exemplos surjam e sejam divulgados. Estes são dois projetos para inspirar a sua criação e logo abaixo a indicação de uma publicação no menu Ambientes, com mais alguns exemplos e dicas importantes para quem quer um banheiro bem decorado e acessível.

 

Lavabo P.N.E. (Portador de Necessidades Especiais) - Casa Cor Mato Grosso do Sul, assinado pelos designers de interiores Roberto Araújo e Grace Bello. Fonte: Casa. | Observação importante: Segundo a Resolução 16/2012 - CPA/SMPED é proibido, em sanitários de uso público acessível, o uso de bacias sanitárias com abertura frontal. Fonte: Diário Oficial Cidade de São Paulo.

 

a

Lavabo acessível, criado pelos arquitetos Mauricio Pinto e Ana Paula Fontenele - Casa Cor Bahia 2010. Detalhes importantes: espelho inclinado e espaço livre embaixo da cuba (podemos notar que seria necessário retirar a lixeira, a qual está na área de aproximação, e que faltam as barras de apoio laterais). Fonte: Casa.

 

MAIS FOTOS - veja nossa publicação: Exemplos de Banheiros Acessíveis

 

Saiba Mais

Você também poderá buscar mais informações através de livros sobre o assunto:

 

Escrito por Ana Lúcia Saad. O livro foi preparado de maneira a tratar especificamente dos requisitos e características mínimos para a adaptação das edificações visando permitir um espaço acessível a ser utilizado por quaisquer pessoas inclusive as com mobilidade reduzida. O guia está dividido em capítulos que abordam as especificações técnicas quanto aos acessos e rotas estacionamento circulação vertical e horizontal sanitários escolas bibliotecas e afins. Além de conter desenhos elucidativos sobre formas de implantação das soluções apresentadas na legislação, a publicação apresenta conceitos normas e leis que tratam de acessibilidade e é ilustrada com fotos de produtos e situações adequadas.

 

Pesquise preços: Acessibilidade: Guia Prático Para O Projeto De Adaptações E De Novas Edificações - Buscapé

 

Empresas e Profissionais

Selecionamos empresas e profissionais especialistas em acessibilidade:

 

  • Paula Dias Acessibilidade - SÃO PAULO/SP | SERVIÇOS: a equipe da Paula Dias Acessibilidade faz DIAGNÓSTICO da condição de acessibilidade para Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, de edificações, vias públicas e transportes, de acordo com as legislações vigentes. Oferece CONSULTORIA para as adequações das edificações existentes e para novos projetos. Presta ASSESSORIA para a captação de documentação certificadora junto aos órgãos públicos. Desenvolve GERENCIAMENTO de obras de acessibilidade. Ministra PALESTRAS sobre decretos, normas e caminhos para o cumprimento da legislação específica. | CONTATO: acesse nosso perfil no Clique Arquitetura Paula Dias Acessibilidade
  • ArchTall Arquitetura e Planejamento - CURITIBA/PR | SERVIÇOS: a Archtall atua nas mais diversas áreas da arquitetura, realizando projetos de residências e conjuntos residenciais, lojas, restaurantes, indústrias, edifícios para lazer e de uso público/institucional, destacando-se na área da saúde e aprovação na vigilância sanitária (projevisa), empresarial e empreendimentos imobiliários. Realizamos projetos de acessibilidade, segundo a NBR 9050/2015, também prestando consultorias. | CONTATO: entre em contato pelo email anamaria@archtall.com.br ou visite nosso perfil no Clique Arquitetura ArqchTall Arquitetura e Planejamento

 

 

Fonte Consultada e Indicada

 

 

+ SAIBA MAIS | Acessibilidade

 

 

Veja também