CLIQUE ARQUITETURA • www.cliquearquitetura.com.br
Artigos

Banheiro Adaptado

Como planejar um espaço adequado para portadores de deficiência física e idosos. Confira medidas e a disposição dos elementos no ambiente.

Por Arquiteta Nadine Voitille Seguir

1 Gostar

Categoria: Arquitetura & Urbanismo: Acessibilidade

+ Salvar em álbum de ideias

Noções Gerais

Banheiros adaptados atendem a quem utiliza cadeira de rodas, aparelhos ortopédicos, próteses e também a quem precisa de apoio, como idosos e crianças.

Os sanitários para portadores deficiência física devem ser facilmente acessados, ficando próximos das circulações principais e sinalizados. As normas que devem ser obedecidas estão na NBR 9050 (Acessibilidade de Pessoas Portadoras de Deficiências a Edificações, Espaço, Mobiliário e Equipamentos Urbanos).

Sanitários públicos: do total deles em um edifício, 5% devem ser adaptados.

* ATENÇÃO: Em 2015 foi lançada uma nova versão da norma, com algumas pequenas alterações. Agora é necessário o giro de 360º no interior do banheiro. A área de manobra pode usar no máximo 10cm sob a bacia sanitária e 30cm sob o lavabo. Em breve atualizaremos os desenhos (por isso, é possível que as medidas indicadas sejam alteradas).

 

Considerações gerais

  • Armários: mínimo 30cm do piso, deixando livre a extremidade inferior. Altura máxima 1,20m a partir do piso e puxadores e fechaduras entre 80 e 100cm;
  • Cabideiros devem ficar entre 80cm e 1,20m do piso, assim como registros;
  • Desnível máximo para o piso: 2cm (acima desta medida deve ser tratado como rampa ou degrau);
  • Dispositivo de Sinalização de Emergência: poderá ser instalado perto do box ou da bacia a uma altura de 40cm do piso, para acionamento em caso de queda.
 

Apresentamos abaixo alguns modelos. O objetivo é transmitir noções básicas que auxiliam na colocação de barras de apoio, espelhos, bacias, pias e chuveiros. Para mais informações e vários detalhes adicionais consulte a NBR 9050 ou um profissional especializado (link ao final do texto).

 

Módulo Básico (com ou sem lavatório)

Existem muitas possibilidades de layouts, no entanto, criamos alguns exemplos para facilitar a compreensão. Este modelo básico possui medidas mínimas para um banheiro acessível, com ou sem pia. Como poderá ver, a pia não irá interferir no tamanho do espaço.

  • Dimensão: mínimo de 1,50m X 1,95m - porque, a partir da NBR 9050 de 2015, é necessário que o cadeirante possa fazer um giro de 360º, sendo o raio = 1,50m. Como temos o espaço do vaso sanitário, esta medida aumenta um pouco no sentido do comprimento;
  • Barras laterais: altura 75cm a partir do piso acabado (medidos pelo eixo de fixação), comprimento mínimo 80cm (deve avançar 50cm a partir da extremidade frontal da bacia), diâmetro entre 3,5 e 4,5cm e distância de 4cm no mínimo da parede, ou seja, a parte mais externa estará a, no mínimo, 7,5cm da parede. O eixo da bacia deverá estar a 40cm da face da barra lateral. Já a barra dos fundos deve estar a no máximo 11cm da parede dos fundos (em relação à sua face externa) e deve extender-se no mínimo 30cm além do eixo da bacia em direção à parede lateral;
  • Bacia sanitária: o modelo sem caixa acoplada é melhor, por interferir menos na barra fixada atrás do vaso. Caso tenha, deve-se garantir a instalação da barra de apoio dos fundos para evitar que a caixa seja utilizada como apoio. Neste caso a altura entre a face da barra e a caixa acoplada deve ser de no mínimo 15cm. A altura do assento da bacia sanitária deve ficar entre 43 e 45cm do piso acabado (medidas da borda superior, sem o assento). Considerando com o assento, a medida máxima de altura é 46cm. Se for usada base de alvenaria para erguer o vaso sanitário, esta base não deve ter mais de 5cm além do contorno da bacia;
  • Válvula de descarga: altura máxima 1m e se possível com alavanca ou mecanismos de acionamento automático;
  • Papeleira: altura entre 50 e 60cm a partir do piso e a 15cm a partir da ponta frontal da bacia;
  • Barras de apoio lavatório: é necessária a instalação de barras de apoio ao redor do lavatório, podendo ser horizontais ou verticais. Elas devem ficar a no máximo 20cm da borda da pia (ver desenho); devem estar a no máximo 50cm do eixo da torneira; as barras verticais devem estar a 90cm do piso acabado e ter no mínimo 40cm de comprimento, enquanto que as horizontais devem ser instaladas de 78 a 80cm do piso acabado, até a face superior da barra.
  • Espelho: a base inferior deve estar no máx. a 90cm do piso e a altura da borda superior deve estar a no mín. 1,80m do piso acabado. Quando inclinar 10º o espelho em relação a parede a altura da borda inferior deve ser de no máximo 1,10m e a borda superior de no mínimo 1,80m do piso acabado;
  • Acessórios junto ao lavatório (como saboneteiras e toalheiros): devem estar entre 80cm e 120cm do piso acabado.

 

 em breve desenho atualizado, segundo NBR 9050 2015

Banheiro Adaptado: módulo básico. Fonte: Portal Clique Arquitetura

 

Modelo com vaso, lavatório e ducha

As medidas e padrões para vaso e pia já foram descritos acima, por isso, apresentamos abaixo as dimensões referentes ao espaço do box:

  • Dimensão do banheiro: 2,05 de largura X 2,40m (módulo desenvolvido pela equipe do Portal Clique Arquitetura, baseado na NBR9050);
  • Barras para o Boxe: na parede de fixação do banco deverá ser instalada uma barra vertical a 75cm do piso, com comprimento mínimo de 70cm e a uma distância de 85cm da parede lateral ao banco. Na parede lateral ao banco devem ser instaladas 2 barras de apoio, sendo uma vertical e outra horizontal (ou uma em "L"). Confira as medidas nos desenhos abaixo e para saber mais acesse a NBR9050 (link ao final do texto).
  • Área de Transferência: deverá ser prevista uma área de transferência externa ao boxe, estendendo-se no mínimo 30cm além da parede onde o banco está fixado (veja a figura abaixo). Se houver porta no boxe esta não pode interferir na transferência da cadeirade rodas para o banco e deve ser de material resistente a impactos;
  • Boxe: a medida mínima é de 90 x 95cm;
  • Banco: deverá haver dentro do boxe um banco de apoio articulado ou removível, com cantos arredondados e superfície antiderrapante e impermeável. Comprimento mínimo 70cm, profundidade mínima 45cm e altura de 46cm em relação ao piso acabado;
  • Chuveiro: registros e misturadores devem ser do tipo alavanca, preferencialmente monocomando e instalados a 45cm da parede de fixação do banco e a 1m de altura em relação ao piso acabado. Deve haver ducha manual, na qual deve haver o controle de fluxo da água e a ducha deve ser instalada a 30cm da parede de fixação do banco a altura de 1m do piso acabado;

 

 Modelo com vaso, pia e chuveiro. Considerar 85cm onde é indicado "90cm da parede do banco (eixo)". Fonte: Portal Clique Arquitetura.

  

 

 Elevação apresenta medidas da instalação dos equipamentos. Fonte: Portal Clique Arquitetura.

 

           

Exemplos de barras de apoio em inox e PVC. Quer pesquisar modelos e preços? Visite: Barras de Apoio - Buscapé

 

Banheira

  • Banco lateral: altura 46cm, 45cm largura, com parede atrás para apoio e com largura igual à da banheira (indicado na figura abaixo);
  • Banheira: altura 46cm do piso;
  • Registros: 80cm a partir do piso acabado, de preferência monocomando e acionado por alavanca;
  • Barras laterais: devem existir 2 barras horizontais na parede frontal e uma vertical na parede lateral (do mesmo lado da plataforma). As horizontais devem ter no mínimo 80cm de comprimento (a superior instalada a 30cm da parede lateral e a outra logo abaixo, deslocada 10cm da superior, no sentido oposto da parede lateral) e a vertical no mínimo 70cm (instalada a 10cm da superfície superior da banheira).

 

 Ilustração apresenta banheira e banco representado na cor cinza com suas medidas. Fonte: Portal Clique Arquitetura.

 

Exemplos de Banheiros e Lavabos Adaptados Decorados

É possível criar um banheiro acessível bem decorado. Reunimos algumas ideias para seu projeto:

 

Lavabo P.N.E. (Portador de Necessidades Especiais) - Casa Cor Mato Grosso do Sul, assinado pelos designers de interiores Roberto Araújo e Grace Bello. Fonte: Casa.com.br | Observação importante: Segundo a Resolução 16/2012 - CPA/SMPED é proibido, em sanitários de uso público acessível, o uso de bacias sanitárias com abertura frontal. Fonte: Diário Oficial cidade de São Paulo

 

a

Lavabo acessível, criado pelos arquitetos Mauricio Pinto e Ana Paula Fontenele - Casa Cor Bahia 2010. Detalhes importantes: espelho inclinado e espaço livre embaixo da cuba. Fonte: Casa.com.br

 

  

Lavabo Adaptado, assinado por Renata Seripieri - Mostra Black Hyundai 2011. Fonte: Blog Gioda´s

 

Saiba Mais

Você também poderá buscar mais informações através de livros sobre o assunto:

  • Livro: Desenho Universal: Métodos e Técnicas para Arquitetos e Urbanistas - Num momento em que a inclusão social se torna imperiosa, preocupar-se com a acessibilidade de todos aos produtos e aos ambientes construídos é fundamental para a edificação de uma sociedade menos injusta e mais democrática. A autora analisa a atuação dos profissionais brasileiros e dá provas concretas - com exemplos, imagens, apresentação de técnicas, discussão sobre a legislação - de que a formação acadêmica é fundamental para que a arquitetura, o urbanismo e o design sejam exercidos de forma a garantir uma relação de mão dupla entre o ambiente e as pessoas;

 

Onde Comprar? Submarino: Desenho Universal: Métodos e Técnicas para Arquitetos e Urbanistas

 

Fontes Consultadas e Indicadas

 

 

+ SAIBA MAIS | Acessibilidade

 

 

Veja também

Artigos mais lidos

Artigos mais comentados