Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Escritório | Home Office
VOLTAR

Como escolher os rodízios da cadeira de escritório
Chega de riscos no piso, movimento travado e barulho incômodo: saiba qual o melhor rodízio para cadeiras de escritório e escolha o modelo ideal com muito mais facilidade.
Por: Soline Móveis       24 de Setembro de 2016 - ATUALIZADO EM: 16 de Outubro de 2018   |   VISUALIZAÇÕES 9.217

Patrocinado por: Soline Móveis
 
O conforto de uma cadeira de escritório é resultado das suas características, como por exemplo: ergonomia, ajustes de altura dos braços, encosto e regulagem do assento e também o movimento de deslize da cadeira.
A tarefa de escolher e comprar rodízios novos, ou simplesmente trocá-los em uma cadeira que você já possui, pode parecer difícil, mas na realidade é algo bem simples que só precisa de atenção a alguns detalhes sobre o tipo de material e as normas técnicas brasileiras. Leia o artigo a seguir com muitas dicas para você poder escolher o rodízio ideal!

 

Tipos de Rodízio

Para saber qual o melhor rodízio, precisamos conhecer suas características.
 
Os modelos de PVC, de Nylon ou de PE (Polietileno) são mais acessíveis e por isso, muito usados no comércio. Eles são modelos mais rígidos que não absorvem muito o impacto e, por isso, são indicados para serem usados em superfícies mais macias como carpetes e tapetes.
O rodízio de PE (imagem abaixo) é utilizado na maioria das cadeiras, por causa de sua alta densidade e resistência e também pelo seu preço. Por ser um material de produção mais barata, ele não possui sistema anti risco e nem antirruído.
Modelo de rodízio PE.
 
 
Segundo a NBR 13962/2006 (Norma Brasileira que determina as características físicas e classifica as cadeiras para escritório), os modelos descritos acima se encaixam na classificação do tipo H, com material mais rígido.
Já os rodízios mais macios são indicados para superfícies lisas como porcelanatos, madeiras e mármores. Não devem ser usados em superfícies ásperas, pois podem sofrer um desgaste excessivo. São eles:
 

Modelo de rodízio PU.

 

Modelo de rodízio gel.

 

 

Na NBR 13962/2006 esses modelos mais macios são chamados de rodízios do tipo W - um requisito apresentado pela norma é que “A roda deve ter cores diferentes no centro e na banda de rodagem.”

 

Dimensões dos rodízios

A norma também determina que o diâmetro mínimo da roda deve ser de 48mm, tanto para rodízios mais rígidos, como para os mais macios.

Como o diâmetro de encaixe padrão é de 11mm, e normalmente estes rodízios possuem um anel de expansão, sua troca geralmente é muito fácil e tranquila.

 

 

 

Perceba que, como indica a imagem acima, o diâmetro padrão dos rodízios para as cadeiras de escritório é de 50mm (imagem 1), enquanto que o padrão das cadeiras mais sofisticadas é de 65mm (imagem 2). Por isso, antes de comprar, preste atenção a este detalhe.

Os rodízios da imagem abaixo, por exemplo, são perfeitos para a Cadeira Ergohuman, pois são feitos de poliuretano e seu diâmetro tem 65mm.

Rodízio da Cadeira Ergohuman.

 

Também é importante estar atento à carga que podem suportar, pois é possível encontrar versões de 50Kg a 200Kg.

 

Resumindo

Para escolher o rodízio ideal para uma cadeira, é preciso observar detalhes como o material que o rodízio é feito, sua classificação (definida pelo tipo de piso em que ele será utilizado) e as dimensões certas para que haja o melhor encaixe com a cadeira certa.

Agora que você já conhece os tipos de rodízios existentes e suas características, poderá facilmente decidir qual o modelo ideal para a sua cadeira.

Visite o site da Soline Móveis para saber mais detalhes sobre cada um dos rodízios e conhecer outros produtos para escritório:

Rodízios para Cadeiras

 

 

+ SAIBA MAIS | Escritórios e Home Offices
móveis para escritóriocadeiras para escritórioTAGS:
  RELACIONADOS
Cadeiras de escritório reforçadas
Estações de Trabalho
Você merece uma Cadeira Presidente
Por que utilizar cadeiras ergonômicas?

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS