CLIQUE ARQUITETURA • www.cliquearquitetura.com.br
Pesquise milhares de fotos e salve suas favoritas. Pergunte, comente, divulgue suas ideias!
CADASTRE-SE NO CLIQUE ARQUITETURA
Artigos

Lâmpadas Incandescentes e Halógenas

Saiba mais sobre lâmpadas incandescentes e halógenas, onde utilizar e os efeitos no ambiente.

Por Arquiteta Nadine Voitille Seguir

0 Gostar

Categoria: Interiores | Decoração: Iluminação

+ Salvar em álbum de ideias

Lâmpadas Incandescentes

As lâmpadas incandescentes são as mais populares do mercado: produzem uma ótima qualidade de luz e possuem baixo custo de compra.

Com o desenvolvimento de novas tecnologias estão cada vez mais sendo substituídas pelas lâmpadas fluorescentes e pelas lâmpadas LED, as quais consomem menor quantidade de energia elétrica e possuem durabilidade maior.

 

Lustre feito com barras de ferro, garrafas de vidro coloridas e lâmpadas incandescentes do tipo globinho (como as utilizadas em geladeiras) - Casa Cor São Paulo 2011. Fonte: Arquiteta Michelle Faura Ferrarini

 

Como Funciona

Dentro do bulbo de vidro há um filamento de tungstênio e gás inerte. Quando ocorre a passagem da corrente elétrica pelo filamento há a liberação de energia que transforma-se em calor e luz (exatamente por isso, esta lâmpada esquenta muito). Quanto mais forte a lâmpada (maior o número de watts), mais calor ela irá emitir.

Diferentemente do que ocorre com as lâmpadas fluorescentes, a vida útil das incandescentes não depende do número de acionamentos, mas sim do período que ela permanece acesa.

 

  • Eficiência: extremamente baixa.  Apenas 5% da energia elétrica consumida é transformada em luz, os outros 95% são transformados em calor. Ou seja, há um grande desperdício de energia (por isso vem sendo substituída por lâmpadas fluorescentes e LED);
  • Vida útil:  média de 1.000 horas (cada lâmpada apresenta um valor, que está especificado na embalagem do produto). Quer saber quantos dias ela irá durar? Divida o número de horas total pelo número de horas que a lâmpada ficará acesa em um dia. Exemplo: um lâmpada incandescente de 1.000 horas, ao ficar ligada 5 horas por dia, durará, em média, 200 dias;
  • Índice de Reprodução de cores (IRC): 100%
  • Temperatura de cor:  a maioria das lâmpadas apresenta a coloracão amarela - próximo a 2.700 Kelvin (K);
  • Uso: são muito utilizadas para iluminação geral e residencial. São utilizadas em várias luminárias: plafons, arandelas, abajures, luminárias de piso, etc. Podem ser utilizadas para iluminação de destaque - Saiba mais: Efeitos de Iluminação;
  • Tensão de rede: 110 ou 220v
  • Características Adicionais: Podem ser dimmerizadas / podem ser substituidas pelas lâmpadas fluroescentes, pelas lâmpadas mistas (menos consumo de energia e maior durabilidade) ou ainda pelas lâmpadas LED.

 

* Para saber mais sobre IRC e Temperatura de cor: Introdução à Luminotécnica

 

Tipos de Lâmpadas Incandescentes

Há vários modelos de lâmpadas incandescentes, cada uma com uma indicação de uso:

  1. Lâmpada incandescente clássica transparente: é o modelo mais conhecido. É muito utilizada em luminárias e para iluminação geral dos ambientes. É indicada para cozinhas e escritórios por apresentar uma ótima qualidade de luz;
  2. Lâmpada incandescente clássica opaca (branco leitosa): semelhante à transparente, difere-se por trazer maior conforto visual (evita o ofuscamento) e por isso é indicada para salas de estar, jantar e quartos;
  3. Lâmpada incandescente Vela: pode ser transparente (luz clara) ou leitosa (luz suave). São indicadas para iluminação geral ou decorativa;
  4. Lâmpada incandescente Fogão e Geladeira: são as lâmpadas utilizadas nestes eletrodomésticos (também chamada de "lâmpada bolinha");
  5. Lâmpadas incandescentes anti-inseto: são lâmpadas que concentram a emissão de luz em uma faixa de radiação pouco visível aos insetos, atraindo um menor número destes em sua direção;
  6. Lâmpadas incandescentes espelhadas: direcionam a luz e são ideais para uso em spots;
 

Da esquerda para a direita: Lâmpada incandescente clássica transparente, opaca, vela, de fogão/geladeira, anti-inseto e espelhada.

 

Lâmpadas Halógenas

As lâmpadas halógenas são lâmpadas incandescentes que possuem elementos halógenos, como o iodo ou bromo, dentro do bulbo. Possuem maior eficiência luminosa do que as incandescentes comuns e, por seu tamanho reduzido, são muito utilizadas em luminárias.

Apesar de consumirem mais energia do que as fluorescentes e as de LED, são muito utilizadas nos projetos de iluminação por permitirem a criação de efeitos de destaque e de valorização de objetos, texturas, materiais, etc. Como toda lâmpada incandescente, a lâmpada halógena produz calor.

 

  • Eficiência:  alta eficiência quando utilizadas em redes de baixa tensão. Isto é, lâmpadas com menor potência oferecem mais luz;
  • Vida útil:   entre 2.000 e 4.000 horas (possuem durabilidade maior que as incandescentes comuns);
  • Índice de Reprodução de cores (IRC):  100% - por isso são utilizadas para dar destaque a obras de arte e sobre bancadas de trabalho;
  • Temperatura de cor: produzem, em geral, uma luz com cor semelhante à das incandescentes comuns - entre 2.700 e 3.200K;
  • Uso:  residencial decorativo  e comercial - vitrines, iluminação de destaque, iluminação indireta.
  • Tensão de rede:  110v / 220v  e 12v (baixa tensão). Lâmpadas de baixa tensão (12v) tem o controle de abertura de faixo (dicróicas e AR) e potência, criando efeitos marcados de facho;
  • Características Adicionais: podem ser dimmerizadas.

 

Tipos de Lâmpadas Halógenas

Há vários modelos no mercado: Halopar (PAR), Palito, dicróica, mini-dicróica, cápsula e AR. Confira as características de cada uma:

 
  • Lâmpadas Halógenas Dicróica, Mini Dicróica e Cápsulas

(para rede de baixa tensão - 12v)

 

Lâmpadas mini dicróicas embutidas próximas à parede de madeira. Projeto: Paula Gambier. Fonte: Portal Casa e Cia

 

Por ser uma lâmpada de baixa tensão é necessário a utilização de um transformador. Se o transformador não for utilizado não será possível perceber o ângulo de abertura do facho de luz. que cada modelo apresenta. Esta lâmpada possui um refletor dicróico que direciona o facho de luz.

  • Eficiência: Seu consumo de luz é inferior ao das lâmpadas incandescentes comuns, mas mesmo assim é alto;
  • Ângulos de abertura: há uma grande variedade de aberturas de facho, como 8º, 10º, 30º e 40º (quanto mais fechado o ângulo, mais a luz dará destaque ao objeto / ponto);
  • Uso: ideal para dar destaque a objetos ou áreas (paredes, por exemplo) - pequenos halls de entrada, pias / bancadas, estantes (seu uso não é aconselhável para iluminação geral de ambientes). Evite iluminar grandes áreas com várias dicróicas embutidas, pois a vida útil deste modelo é pequena e requer bastante manuntenção. As lâmpadas halógenas do tipo cápsula são indicadas para luminárias de leitura ou para decoração;
  • Cuidados e Precauções: como esta lâmpada emite raios ultra violeta, não utilize sobre áreas onde pessoas, animais e plantas fiquem embaixo desta lâmpada por muito tempo, pois poderá causar queimaduras. É possível encontrar modelos de lâmpadas dicróicas com um filtro na frente, para bloquear os raios UV.

 * Existem alguns modelos de dicróicas e de cápsulas que podem ser ligadas diretamente na rede (110/220v). Estes modelos são os que possuem base bi-pino ou base E27.

 

Exemplos de lâmpada dicróica e de lâmpadas halógenas do tipo cápsula | Exemplo de lâmpada dicróica base E27 (ligação direta à rede, sem transformador). Fonte: Philips

 

  • Lâmpadas Halógenas HaloPAR  

(para tensão de rede 110v / 220v)

 

Sobre cada cuba uma lâmpada dicróica. Sobre a banheira: uma lâmpada PAR 20 (iluminação geral) e uma dicróica com filtro azul para criar um efeito diferenciado. Projeto: Marcelo Rosset. Fonte: Portal Casa e Cia

 

Cria uma iluminação difusa, forte e agradável. Alguns modelos de lâmpadas apresentam uma capa protetora (filtro) que impede a entrada de poeira e sujeiras, aumentando sua vida útil. A capa também ajuda a reduzir o ofuscamento quando olhamos diretamente para a lâmpada. São comercializadas em diversas cores. Modelos mais comuns: HaloPAR 20, HaloPAR 30 e HaloPAR 38 - há também outros tamanhos, como a PAR 46, PAR 56 e a PAR 64 utilizadas em iluminação cênica. Este artigo, do site Laboratório de Iluminação da Unicamp, traz algumas dicas para quem procura mais informações: Iluminação Cênica.

  •  Uso: iluminação dirigida e de destaque. São muito utilizadas na iluminação externa (jardins, por exemplo) por serem robustas. Sua qualidade de luz é uma das melhores e por isso é indicada para banheiros (maquiagem), valorizar quadros e produtos em lojas.
 

Vegetação iluminada de baixo para cima. Projeto: Adriane Muratt. Fonte: Casa&Jardim

 
  1. Lâmpada HaloPAR 20: utilizada para iluminação de destaque, é o menor modelo entre as lâmpadas HaloPAR, ilumina pequenos objetos com pouca distância;
  2. Lâmpada HaloPAR 30: ideal para iluminar jardins, vitrines, hotéis, lounges, restaurantes, escritórios, museus, galerias de arte e iluminação cênica. Pois, 60% do facho de luz é concentrado no centro da lâmpada. Ideal para Iluminar objetos que estão entre 3 e 3,5 metros de distância da lâmpada;
  3. Lâmpada HaloPAR 38 branca ou coloridapossui vidro resistente a choques térmicos. Podem ser utilizadas expostas ao tempo, proporcionando um preciso e intenso facho de luz de altíssima qualidade. Dispensa o uso de equipamentos auxiliares. Seu uso é ideal para iluminar pé direito duplo ou árvores altas, isto é, a lâmpada haloPAR 38 é ideal para distâncias de 5 a 6 metros entre a lâmpada e o objeto.
 

Lâmpada PAR 20 transparente e com filtro azul. Lâmpada PAR 20 em luminária de embutir e lâmpada PAR 38 com filtro azul (ideal para iluminação externa de jardins e fachadas). Pesquise preços: Lâmpadas PAR 20 - Buscapé

 

  • Lâmpadas Halógenas Lapiseira ou Palito  

(para tensão de rede 110v / 220 v)

 

Luminária com lâmpada palito. Fonte: La Lamp

 

A lâmpada halógena do tipo palito possui grande versatilidade. É possível encontrá-la com diferentes potências (de 100 a 1.000W). Produz uma luz morna, uniforme e brilhante.

  • Vida útil: aprox. 2.000 horas
  • Índice de Reprodução de Cores (IRC): 100%
  • Temperatura de Cor: em torno de 3.000K
  • Uso: É ótima para iluminar grandes áreas internas como: lojas, centro comerciais, auditórios, canteiros de obras, estacionamentos e pequenas áreas externas, como: fachadas, outdoors e quadras esportivas.
  • Alguns cuidados com o uso desta lâmpada: a lâmpada emite raios ultravioleta, que causam o desbotamento de tecido, como couro e roupas, não sendo indicada para lojas de roupas. No entanto, há no mercado alguns modelos com bloqueador de raios ultra-violeta. Outro detalhe importante: não toque no bulbo (vidro) com as mãos, sempre segure a lâmpada pelas extremidades. Caso tenha tocado no bulbo limpe a lâmpada com uma flanela seca antes de instalá-la, pois a oleosidade das mãos poderá danificá-la. Deverá sempre ser instalada na posição horizontal e dentro de luminárias fechadas;
  • Características Adicionais: podem ser dimerizadas.
 

    

Refletor com acendimento automático utiliza lâmpada palito 150W | Onde Encontrar? Buscapé: Lâmpadas Palito

 

  • Lâmpadas Halógenas Halopin

(para tensão de rede 110v / 220 v)

 

Os nichos possuem iluminação decorativa com lâmpadas halopin: mais compactas e econômicas do que as lâmpadas incandescentes comuns. No teto foi utilizada uma lâmpada PAR 20. Projeto: Arq. Vivian Coser. Fonte: Casa e Cia

 

É a menor lâmpada halógena de uso em tensão de rede. É encontrada nas potências 25W a 60W e sempre na cor branca. Seu efeito decorativo é marcante.

  • Uso: Pode ser utilizada em diversos modelos de luminárias: pendentes, arandelas e embutidos - principalmente em balizadores de escadas e corredores.
  • Alguns cuidados: Como a lâmpada halopin gera muito calor, a mantenha sempre afastada do contato com corpo, isto é, não instale este modelo de lâmpada em locais onde facilmente possa encostar as mãos, braços e pernas.  Se a lâmpada estiver embutida o perigo é menor, mas mesmo assim tenha cuidado, pois a estrutura da luminária pode esquentar e causar queimaduras.

 

Lâmpada Halopin | Arandela com lâmpada halopin. Fonte: Cebras |  Balizador com lâmpada halopin. Fonte: Centerlux | Arandela com lâmpada halopin. Fonte: Bella Luce

 

  • Lâmpadas Halógenas AR

(para rede de baixa tensão - 12v)

 

Sobre a mesa de centro: lâmpadas AR 70 em luminária de embutir. Projeto: Arq. Renata Basques. Veja mais fotos: Iluminação Basques

 

Como o bulbo é coberto por uma estrutura metálica, esta lâmpada não causa ofuscamento. Os modelos AR tem a capacidade de iluminar desde uma pequena e marcada área até áreas maiores criando uma luz geral, conforme o ângulo de cada lâmpada. Seu uso é principalmente decorativo. Há 3 modelos: AR 48, AR 70 e AR 111, que apresentam os ângulos de 4º a 24º. 

  1. Lâmpada Ar 48: iluminação ideal para leitura, pois é suave e perfeita para pequenas distâncias entre objeto e lâmpada;
  2. Lâmpada AR 70: para distâncias de até 3 metros, pode estar embutida no teto ou no piso;
  3. Lâmpada AR 111: perfeita para grandes distâncias, até 8 metros (nunca utilize este modelo em áreas com pé direito simples / baixo).
 
  1. Ângulo de 4º: para destacar um determinado objeto - cria uma luz bem marcada;
  2. Ângulo de 8º: luz um pouco menos marcada - também é para destaque;
  3. Ângulo de 24º: iluminação tênue, abrange uma área maior, sem marcar muito o espaço.
 

Lâmpada AR (perceba a proteção central responsável pelo efeito de não ofuscamento) e spot com lâmpada AR embutida.

 

Saiba Mais

Você também poderá buscar mais informações através de cursos e livros sobre o assunto:

 
  • Livro: Iluminação: Simplificando o Projeto - um livro colorido com dicas, macetes, orientações e muitas informações de como fazer um bom projeto de iluminação;
  • Livro: Luz, Lâmpadas e Iluminação - dicas e esclarecimentos para quem (profissional ou amador) que fazer um bom projeto de ilumnação ou simplesmente iluminar bem sua residência;
  • Livro: Iluminação: Teoria e Projeto - Direcionada aos profissionais das áreas de engenharia e arquitetura, como também aos alunos de cursos técnicos e superiores, esta publicação destaca os temas essenciais da iluminação com uma linguagem simples e objetiva.
 

      

Onde Comprar? Iluminação: Simplificando o Projeto | Luz, Lâmpadas e Iluminação | Iluminação Teoria e Projeto - Buscapé

 

Veja Também

 

 

 < Voltar   Interiores | Decoração :: Iluminação

 

 

 

ads

Veja também

Artigos mais lidos

Artigos mais comentados