Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Iluminação
VOLTAR

O que é Índice de Reprodução de Cores (IRC)?

Antes de comprar lâmpadas, observe seu valor IRC e saiba se ela atende às suas necessidades.

Por: Arquiteta Nadine Voitille       22 de Novembro de 2018 - ATUALIZADO EM: 24 de Novembro de 2018   |   VISUALIZAÇÕES 209

Precisa que as cores sejam reproduzidas fielmente? Então é essencial que você observe o valor do IRC das lâmpadas antes de comprar.
 
E quando é essencial ver as cores perfeitamente? Quando vendemos produtos, como roupas, acessórios e alimentos, quando estamos nos maquiando (ou seja, em salões de beleza e na frente do espelho em casa), quando observamos/criamos uma obra de arte, ...
 
A qualidade de reprodução das cores, que uma lâmpada fornece, é essencial em alguns casos, como a maquiagem. Imagem: Annie Spratt - Unsplash
 
 
Podemos considerar apenas o IRC para conseguir um bom resultado? Depende :/
Então, vamos lá:
 

O que é IRC?

O Índice de Reprodução de Cores, indicado como IRC, CRI (em inglês) ou Ra na descrição de lâmpadas, é um valor percentual que mostra o quanto uma determinada luz permite visualizar cores com precisão, considerando a luz do sol como nossa referência de qualidade. Esta escala varia de 0 a 100, sendo 100 a nota máxima de qualidade na reprodução de cores.
 
É importante notar que a capacidade de reproduzir fielmente as cores independe da sua Temperatura de Cor (K) - o que pode parecer estranho, afinal, muitas vezes as pessoas pensam que uma lâmpada branca é a que melhor reproduz as cores, e não uma amarelada, por exemplo.
 

Artigo relacionado: Luminotécnica: Introdução

 

Quais lâmpadas reproduzem melhor as cores?

As que possuem IRC de 85 a 100. São elas:
 
 
(os valores acima, sobre fluorescentes e LEDs, são valores médios. É preciso verificar cada lâmpada para saber seu valor, pois às vezes pode acontecer de ser, por exemplo, IRC 70 - dependerá muito do produto escolhido.
 
 
Esta imagem exemplifica a variação de cores que podemos visualizar com o uso de diferentes tipos de lâmpadas. Imagem: Empalux
 

Sempre precisamos de lâmpadas com bom índice IRC?

Não. Ruas e jardins, por exemplo, podem ser iluminados por lâmpadas com IRC inferior: lâmpadas de vapor de sódio, que produzem uma luz amarelada, são usadas tranquilamente em ruas.
 

Artigo Relacionado: Tipos de Lâmpadas

 

Lâmpadas com o mesmo IRC reproduzem as cores de maneira igual?

Não. Uma matéria, muito interessante, publicada no site Lumicenter, apresenta que este índice analisa 14 cores. E que mesmo que fontes luminosas tenham o mesmo valor de IRC, elas podem reproduzir determinadas cores de maneira diferente.
Um exemplo é a comparação entre LEDs e fluorescentes: estas lâmpadas podem ter o mesmo índice, mas os LEDs possuem um espectro de cores contínuo (dentre outras qualidades), e disso resulta uma luz mais parecida com a produzida pelo sol.
 
   
 
   
Perceba o espectro da luz natural, que é a referência para um IRC 100, e o compare com os demais. Imagens: Lumicenter
 
Um artigo na Lumi Arquitetura traz um ótimo exemplo sobre isso: o IRC 100 valoriza as cores quentes (vermelhos e laranjas), pois está baseado na iluminação proporcionada pela luz do sol. Observe o espectro da luz solar:
 

Analise este espectro da luz solar: a maior parte da luz emitida pelo sol concentra-se nas cores vermelho e amarela. Imagem: Wikipedia
 
Uma lâmpada fluorescente (que possui mais energia em um determinado comprimento de onda, valorizando muito mais as cores frias), poderá ser uma opção melhor para iluminar um ambiente onde estas são as cores predominantes.
 

Conclusão

Como podemos ver, o Índice de Reprodução de Cores IRC não é tão confiável por poder apresentar variações dependendo do tipo da fonte luminosa (especialmente por ser um valor médio e cada fonte luminosa ter um melhor índice para determinadas cores). No entanto, ainda é a principal referência que temos no momento sobre qualidade de reprodução de cores.
 
Existem outras escalas de qualidade de cor, como a CQS, Rhr, FSCI, CSA, ... mas todas com suas imprecisões.
Um índice que vem ganhando importância é o TM-30 (segundo matéria do site Lumicenter) que considera 99 cores e detalhes sobre sua saturação. Ele possui um valor e também gráficos que ajudam na escolha da melhor lâmpada.
 
Concluindo: o IRC ainda é considerado como referência oficial mundial. Mas cabe aos profissionais da área sua análise e comparação com a curva de distribuição espectral da fonte utilizada.
 

Artigo Relacionado: Curso Online de Iluminação de Interiores

 

Fontes Consultadas e Indicadas

 
+ SAIBA MAIS | Iluminação
efeitos de iluminaçãodicas de iluminaçãocurso de iluminaçãoiluminação residencialprojeto de iluminaçãoTAGS:
  RELACIONADOS
LED na Iluminação
Lâmpadas Fluorescentes
Iluminação: importante aliada dos projetos de design de interiores
Dicas para escolher Fitas de LED

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS