Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Banheiro & Lavabo
VOLTAR

Obras de Arte no Banheiro

As obras de arte possuem um incrível poder de personalização. Que tal usá-las no banheiro?

Por: Mão Dupla Comunicação       22 de Dezembro de 2014   |   VISUALIZAÇÕES 4.677

Ditando as regras

Na Casa Cor Minas 2014 profissionais rompem com padrões e criam novos conceitos dando vida a composições originais e surpreendentes. É o caso do ambiente Loft do Estilista, que apresenta uma ideia suntuosa e diferente: obras de arte no banheiro

 

As obras de arte possuem um incrível poder de personalização. Elas agregam ao décor muito charme, sofisticação e um toque único de originalidade. Por isso mesmo, atualmente, têm sido muito especificadas. Nas moradas contemporâneas, no entanto, a arte tem quebrado paradigmas e começa a ganhar espaços em ambientes onde antes não era comum encontrá-la.

Prova disso é o ambiente 'Lof do Estilista' em exposição na vigésima edição da Casa Cor Minas. Assinado pela designer de interiores Laura Santos e pela arquiteta Ivana Seabra, o ambiente surpreende pela especificação de obras de arte no banheiro. Sendo que uma delas adquiriu uma função especial no espaço. “Através da peça de arte nós fizemos um box virar um elemento artístico. O espaço é um ambiente de área molhada, o que permite tal ousadia”, destacam as profissionais.

 

A obra de Fabrício, apropriada para área molhada, faz as vezes de uma divisória de ambientes. Foto: Daniel Mansur

 

Elas contam porque optaram por uma obra de arte e não um material convencional para compor o box do banheiro: “Escolhemos a arte para fazer as vezes de divisória no ambiente pois queríamos uma sala de banho diferente, assim, agregamos valor ao espaço. As obras de arte nunca tiveram um peso tão forte na casa como elas têm hoje. Por isso, estão sendo utilizadas em todos os espaços desde quarto, sala até cozinhas e banheiros”.

A obra escolhida pela designer e pela arquiteta para compor o Loft do Estilista é uma peça do artista Fabrício Carvalho. “A peça foi criada para integrar o banheiro. Usamos tubos de aço inoxidável para simular uma cascata parada no tempo”, detalha Fabrício. Para ele, a arte deve ser sempre inserida, sempre que der, em qualquer contexto. “A escultura utilitária é uma surpresa boa que apresenta uma solução diferente para algo comum”, acrescenta o artista.

 

Detalhe da obra de Fabrício Carvalho no ambiente Loft do Estlista, na Casa Cor Minas. Ao fundo, peça de Leopoldo Martins. Foto: Daniel Mansur

 

Além da peça de Fabrício Carvalho, o ambiente conta também com uma escultura de Leopoldo Martins. Batizada de “Andando” a peça traz para o espaço uma referência ao caminhar das modelos na passarela, o que tem tudo a ver com o universo do homenageado pelo espaço, o estilista Victor Dzenk.

Para quem curtiu a ideia de ter obras de arte no banheiro, Laura e Ivana dão algumas dicas. “A obra de arte deve ter materiais próprios para uso em área molhada. O outro fator que deve ser levado em consideração é a quantidade dessas peças (que deve ser pontual) e a harmonia entre as obras e a decoração”, recomendam.

 

 

+ SAIBA MAIS | Banheiros

 

 

decoração de casadecoração de casascasa e decoraçãodecoraçãobanheiros residenciaisTAGS:
  RELACIONADOS
Banheiro/Lavabo: Escolhendo o Mobiliário
Banheiro: Organização & Planejamento
Como Decorar Pequenos Lavabos
Cortinas para Box de Banheiros

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS