Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Quarto Infantil
VOLTAR

Quarto Montessoriano

Conheça um pouco do método que acompanha o desenvolvimento natural da criança.

Por: Designer Thaís Manika       11 de Agosto de 2017 - ATUALIZADO EM: 14 de Agosto de 2017   |   VISUALIZAÇÕES 1.943

Metodologia de ensino criado pela educadora italiana Maria Montessori, por volta de 1907, propõe conhecer a criança e respeitar seu desenvolvimento, para que a educação acompanhe o processo natural da vida.

Montessori escreveu que o desenvolvimento se dá em “planos de desenvolvimento”, de forma que em cada época da vida predominam certas necessidades e comportamentos específicos. Sem deixar de considerar o que há de individual em cada criança, Montessori pode traçar perfis gerais de comportamento e de possibilidades de aprendizado para cada faixa etária, com base em anos de observação.

Sendo assim, o método se baseia em seis pilares fundamentais: Auto-educação, educação cósmica, educação como ciência, ambiente preparado, adulto preparado, criança equilibrada. Todos os princípios do método Montessori devem funcionar em união, para que a criança se desenvolva de forma completa e equilibrada.

Pensando no ambiente preparado, logo vem à mente o quarto da criança, o espaço onde ela passará boa parte de seu dia. O objetivo do quarto montessoriano é promover a autonomia dos pequenos, para que a criança cresça com mais independência, mas ainda é preciso monitorá-la com freqüência. O ambiente tem que ser pensado de forma que a criança fique segura e livre ao mesmo tempo — explica a arquiteta Fernanda Rodrigues, da loja Projeto de Gente.

O método sugere mobiliários proporcionais a sua escala, que permitam dirigir a criança ao conhecimento. Por isso, nesses quartos é comum encontrar a cama muito próxima do chão, dando maior liberdade à criança deitar e levantar quando quiser. Para crianças muito pequenas, uma dica é proteger as laterais da cama com almofadas, para evitar que elas rolem enquanto dormem.

 

Quarto montessoriano: cama muito próxima do chão. Imagem: Revista Casa e Jardim

 

No lugar de armários, são usados nichos abertos, para que a criança possa acessar os brinquedos independente da ajuda de um adulto. Os móveis em geral, devem ter uma altura compatível com o tamanho da criança. A decoração deve ser lúdica, pensada para estimular a criatividade da criança.

 

Nichos abertos facilitam o acesso e a organização. Imagem: Casa de Valentina

 

A quantidade de móveis e objetos deve ser a mínima necessária para a aprendizagem. Dessa forma, os elementos e suas formas devem ser simples, que permitam a fácil organização e manutenção do espaço.

 

Quarto montessoriano: poucos móveis e tudo muito simples. Imagem: justrealmoms

 

Pode parecer contraditório, mas os espelhos são muito bem vindos nesse estilo de quarto. Os espelhos, assim como os tapetes e barras de apoio, são elementos que estimulam experiências sensoriais, auxiliando o autoconhecimento. O recomendado são os de acrílico, que devem da mesma forma serem bem fixados à parede e na altura da criança.

 

Espelhos de acrílico estimulam o desenvolvimento da criança. Imagem: Revista Casa e Jardim

 

Como o quarto montessoriano acompanha o crescimento da criança, com o passar dos anos adaptações podem ser feitas, como a troca por uma cama mais alta, móveis e quadros também podem acompanhar a altura, não existindo, portanto, uma idade em que o quarto tenha que ser abandonado.

 

A decoração do quarto "cresce" junto com a criança e vai, aos poucos, se transformando. Imagem: oglobo.globo.com

 

+ SAIBA MAIS | Quarto Infantil

 

decoração infantilquarto infantildecoração de interioresquarto de meninaquarto de meninoTAGS:
  RELACIONADOS
Quarto Montessoriano
Quarto Infantil: Decoração com Adesivos
Brinquedotecas: tipos e funções
Transformando: escritório em quarto de bebê

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS