Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Iluminação
VOLTAR

Simulação mostra a economia que a troca de lâmpadas pode gerar

Os novos modelos esquentam menos, produzem mais luz e duram mais.

Por: Melz Assessoria de Imprensa       15 de Agosto de 2015   |   VISUALIZAÇÕES 3.119

Simulação mostra que, na média, famílias podem economizar R$ 72,00 na conta de luz com troca de lâmpadas incandescentes

Cálculo do diretor da Blumenau Iluminação atesta o que os especialistas já comprovaram: os novos modelos esquentam menos, produzem mais luz e duram mais

 

Uma portaria do Governo Federal de 2010 irá tirar do mercado todas as lâmpadas incandescentes até junho de 2016. O motivo para a decisão é a quantidade de energia elétrica utilizada pelo modelo para a iluminação e a baixa eficiência da peça: apenas 5% do consumo é para geração de luz e 95% para calor.

Em contrapartida, os modelos de LED ganham cada vez mais espaço no mercado e hoje são uma das principais opções para quem busca economia e eficiência. Renan Medeiros, diretor da Blumenau Iluminação, explica que nos últimos anos o modelo se tornou mais acessível e hoje o custo-benefício das peças é evidente.

“Atualmente é possível adquirir uma lâmpada de LED por um preço médio de R$ 20,00. Para se ter uma ideia da eficácia desse modelo, ela gera apenas 30% de calor e 70% de luz. Além disso, o tempo de vida estimado é de 25 mil horas enquanto uma incandescente dura, no máximo, mil horas”, explica.

Renan lembra que existem também modelos variados para quem busca uma iluminação mais difusa. “Hoje trabalhamos também com anéis de LED, que já vêm acoplados às luminárias, facilitando a instalação. Esses produtos iluminam todo o espaço e não deixam sombras nas luminárias, como os modelos tradicionais”, explica o gestor.

 

Simulação: quanto a sua lâmpada representa na conta de luz?

Em relação à economia de energia elétrica Renan faz um cálculo que aponta o consumo de uma casa com 10 lâmpadas, acesas por oito horas diárias. “Neste caso, que sugere o consumo médio de uma residência brasileira, as lâmpadas incandescentes consumiriam um total de 4,8 quilowatts por mês, gerando uma conta de R$ 86,40. No mesmo cenário, se tivermos apenas peças de LED, o consumo cairia para 0,8 quilowatts ao mês e a conta ficaria em R$ 14,40”, diz.

 

Fonte do Texto e das Imagens

 

 

+ SAIBA MAIS | Iluminação

 

 

iluminaçãoTAGS:
  RELACIONADOS
Beleza Suspensa
Conforto Visual: Iluminação
Sistemas de controle de iluminação inteligentes colocam pessoas em primeiro lugar
Efeitos de Iluminação

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS