Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Arquitetando
VOLTAR

Startup e o jeito Google de decorar

Ambientes de trabalho descontraídos são capazes de inspirar a criatividade dos funcionários.

Por: Mão Dupla Comunicação       29 de Outubro de 2014   |   VISUALIZAÇÕES 6.623

Um novo estilo de trabalhar (e decorar)

Ambientes de trabalho descontraídos, com decoração divertida, estimulante e que prioriza as áreas de convivência e lazer são capazes de inspirar a criatividade dos funcionários e aumentar a produção

 

Startup é um termo relativamente novo designado para definir empresas de baixo custo, com ideais inovadoras e que devido ao imenso desenvolvimento da internet nas últimas duas décadas crescem de maneira exponencial. Os exemplos mais famosos são Google e Facebook. Justamente por se proporem a gerar produtos e serviços novos, não há certeza de que as ideias dessas marcas se tornarão populares entre o público-alvo, o que gera um cenário de incertezas.

Para aumentar as chances de sucesso no mercado, as Startups precisam de colaboradores extremamente criativos e o ambiente de trabalho pode estimulá-los. Por isso, o modelo de decoração empregado nem de longe lembra os formais ambientes de trabalho. O décor nesse caso deve gerar um clima prazeroso e de interação que propicie a criação e contribua para a motivação da equipe. Por isso, muitas cores e um toque lúdico não podem faltar.

“É permitido utilizar cores vibrantes, salas de reunião com permeabilidade visual, espaços multifuncionais, plotagens em paredes e vidros e elementos de decoração, como quadros, avisos e pufes”, destacam as arquitetas Luciana Araújo e Nathália Otoni, da Óbvio Arquitetura.

 

Projeto Óbvio Arquitetura: O espaço corporativo ganhou uma mesa de sinuca para os momentos de integração e diversão dos colaboradores. Espaços de convivência ganharam cores alegres, como o amarelo, e uma decoração criativa e informal. Fotos: Rodrigo Marcandier

 

As áreas de convivência recebem atenção especial nas Startups, pois precisam ser convidativas.  “O comum é utilizar as cozinhas americanas e áreas de lazer com mesa de sinuca, totó e vídeo game”, contam as arquitetas. Mas tanta descontração não poderia atrapalhar o rendimento dos funcionários? Luciana e Nathália garantem que não: “Apesar do clima descontraído, estas empresas são focadas no resultado e possuem uma dinamicidade representada no ambiente de trabalho”.

Além disso, os ambientes destinados exclusivamente à produção dentro deste tipo de organização também precisa ser projetado com cuidado. “Espaços para escrever, montar diagramas e organizar tarefas são elementos obrigatórios. Para diminuir o nível de estresse e pressão nesses lugares o uso de paredes pretas como quadros negros, lousas e painéis na decoração do espaço é uma boa saída”, salientam as arquitetas.

Descanso, lazer e trabalho: tudo em um mesmo lugar. Essa parece ser mais que uma moda ditada pelo Google. Não é à toa que a marca é uma gigante da tecnologia e foi eleita a melhor empresa para se trabalhar no ano passado pela revista Fortune.

 

 

SAIBA MAIS | Arquitetando

 

 

escritóriosdecoraçãoambientes comerciaisdecoração ambientesescritórios comerciaisprojeto comercialprojetos comerciaisdecoração comercialTAGS:
  RELACIONADOS
Arquitetura pode aumentar as notas dos alunos em 25%
Como vender um Projeto: Recursos Gráficos
Startup e o jeito Google de decorar
Como o inglês pode abrir as portas para arquitetos e designers

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2018 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS