CLIQUE ARQUITETURA • www.cliquearquitetura.com.br

Transforme a varanda num dos espaços mais atrativos da casa

Pequena ou grande, a varanda têm potencial para ser o ambiente mais convidativo da casa. Profissionais da área dão dicas sobre como valorizar a arquitetura de interiores desse tipo de espaço.

0 Adicionar à minha biblioteca

Por Mão Dupla Comunicação Seguir

  • 17/02/2018

+ Salvar em álbum de ideias

Feitas para acolher

É nas varandas que as pessoas costumam se refugiar quando querem um momento de relaxamento ou descontração em casa. É por isso, que este ambiente vem ganhando cada vez mais atenção nos projetos de interiores. Seja uma generosa varanda de casa, seja uma varandinha minúscula num apartamento ou então uma área externa conectada com a sala. Em qualquer tipo de varanda, é possível criar uma ambientação acolhedora e gostosa, para seu máximo aproveitamento.

Segundo a arquiteta e designer de interiores Gislene Lopes, algumas das prioridades quando o assunto são as varandas é a iluminação e a escolha correta do mobiliário. "O ambiente precisa ser agradável. A iluminação, por exemplo, precisa ser reconfortante, pois à noite, as pessoas querem uma luz mais cênica, por exemplo. É importante também ter tudo sempre à mão, bons espaços para apoiar o que for usado ou servido ali. O que deixa o ambiente convidativo é o conforto e o design", pontua. A arquiteta ainda ressalta que ao escolher o mobiliário, é importante investir em opções resistentes às interferências climáticas. "Se for móvel de madeira, a melhor opção é o cumaru. Outra ideia são as poltronas desenhadas com aço inox e fio de nylon, que são supersofisticadas, com belo design, e podem tomar sol e até mesmo chuva. Mesmo que a varanda seja fechada, é preciso tomar cuidado, já que o sol tem grande incidência e pode estragar o mobiliário", alerta Gislene Lopes.

As arquitetas Lígia Jardim e Fernanda Sperb, do escritório Jardim & Sperb Arquitetura, concordam sobre a importância da escolha do mobiliário e ressaltam o uso do verde nesses ambientes: "Podemos abusar dos móveis confortáveis e generosos como sofás, pufes em tecido e mesas com poltronas maiores. Em varandas geralmente menores, a utilização de jardins verticais ou vasos é uma ótima opção para trazer o verde para dentro de casa, tornando o espaço mais atraente", afirmam.

 

Projeto do escritório Jardim & Sperb Arquitetura: móveis confortáveis e jardim vertical transformaram a varando em um dos espaços mais valorizado da residência. Foto: Jomar Bragança

 

Escolhas acertadas farão com que as varandas tenham sua própria identidade, mesmo quando integradas a ambientes internos. "Quando integramos a varanda com sala, é interessante deixa-la com sua personalidade. Uma ideia é trocar o piso para que eles não sejam iguais. Para a varanda sempre cai bem um deck de madeira ou um porcelanato escuro, que imita madeira. Vai trazer aconchego para o ambiente e vai dar a diferença da sala de estar. O ambiente pode até estar integrado nas cores e no visual com a sala, mas todos ao chegar vão perceber que ali é um cantinho da varanda", sugere Gislene.

A escolha do revestimento correto, aliás, também é um fator importante para que a varanda seja o espaço agradável que se propõe a ser. "Podemos optar por revestimentos diferenciados nas paredes como pedras naturais ou ladrilhos hidráulicos, por exemplo", sugerem Lígia e Fernanda. Para elas, a varanda é um ambiente que merece receber muitas texturas e cores para se destacar do restante. "Adoramos usar pedras naturais em vários tamanhos e texturas, sempre traz um ar de sofisticação. Pinturas especiais que protegem a parede, que podem ser de diversos tipos e cores, também são boas opções. Não podemos esquecer da grande variedade de ladrilhos e porcelanatos disponíveis hoje no mercado", ressaltam as arquitetas.

 

Neste projeto, as arquitetas do escritório Jardim & Sperb Arquitetura utilizaram pedras naturais em vários tamanhos e texturas para destacar a varanda. Foto: Fellipe Lima

 

Gislene Lopes também aposta no uso de cores para estes ambientes: "Os tons acinzentados junto com a madeira e com o verde produz um resultado maravilhoso. Assim como os tons de bege e de chocolate, os mais quentes. Nada de tonalidades pálidas, pois a cor é essencial para a varanda e uma cor vibrante te traz alegria. Afinal, na varanda tem sol, tem vida", encerra.

 

 

Segundo Gislene Lopes, as varandas precisam de cores vibrantes. Afinal, na varanda tem sol, tem vida. Foto: Jomar Bragança

 

+ SAIBA MAIS | Como Decorar

 

 

Veja também