Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Sustentabilidade
VOLTAR

Composteira em casa

Ter um jardim bonito e ainda reduzir o volume de lixo produzido é fácil

Por: Giovana Roesler       03 de Março de 2022 - ATUALIZADO EM: 13 de Abril de 2022   |   VISUALIZAÇÕES 495

A cada dia mais pessoas se preocupam com o meio ambiente, com o futuro e com a sustentabilidade. Uma forma de contribuir com o planeta e aplicar o conceito dos “3Rs” - reduzir, reutilizar e reciclar (saiba mais em: Dicas de Sustentabilidade para Cozinhas), é adotar o uso de composteiras, de modo a diminuir o volume de produção de lixo nas residências.
 
Imagem: Pinterest - Apezinho

O que é uma composteira?

É uma estrutura ou um lugar específico para o depósito de resíduos e compostagem do material orgânico, no qual o resíduo orgânico será transformado em húmus. Pode ser instalada tanto em casas e apartamentos como em estabelecimentos comerciais e escritórios.
Esta estrutura pode ter diferentes modelos, tamanhos, formatos e preços, variando conforme a necessidade de cada família, o volume de matéria orgânica produzida na residência e o espaço livre disponível para sua alocação. Alguns exemplos de estruturas de composteiras são: barril, tonel, locais produzidos com madeira, tijolo, tela de arame, entre outros.
 

Como funciona uma composteira?

Você deverá adicionar todos os resíduos orgânicos produzidos pela sua família na composteira. É interessante acrescentar serragem, folhas secas ou outro material vegetal seco caso esteja muito úmido dentro da sua estrutura. Também é indicado que o composto seja revirado uma vez ao dia para que receba oxigênio.
 
Na composteira ocorre uma ação que é chamada de compostagem, um tipo de reciclagem do lixo orgânico. Neste processo acontece um "processo biológico de valorização da matéria orgânica, que pode ser de origem doméstica, urbana, industrial, florestal ou agrícola." Fonte: Ecos
 
Na composteira é possível realizar a transformação de uma infinidade de resíduos e de materiais como lixo doméstico orgânico, sobras de alimentos, cascas de ovo, borra de café, folhas, podas de grama, estrume, esterco, serragem, algas marinha, penas, entre outros resíduos, em materiais que possam ser utilizados na agricultura.
 
Esta transformação, que acontece por meio da compostagem, fornece as condições necessárias para que os microrganismos consigam degradar a matéria orgânica e sejam capazes de fornecer os nutrientes necessários para as plantas.
 
Húmus produzido em composteira. Imagem: Pixabay
 

Quais os tipos disponíveis?

Apesar de haver diferentes estruturas, tamanhos, formas e modelos, existem apenas dois tipos de compostagens, que são:
 

Vermicompostagem

Este tipo de composteira é formado por duas ou mais caixas de plástico empilhadas. O modelo mais vendido é o com três caixas, na qual as duas caixas que ficam localizadas em cima são chamas de caixas digestoras, pois é nelas que os resíduos são compostos e a última, localizada mais abaixo, apresenta uma torneira pequena.
 
Esta torneira serve para realizar a coleta do chorume, que é um líquido produzido no processo da compostagem, que apesar de possuir um odor um pouco desagradável, pode ser usado como repelente ou fertilizante, dependendo da proporção.
 
O processo de compostagem é realizado por intermédio da ação de minhocas, que auxiliam os microrganismos que já existem em sua compostagem a se alimentarem dos resíduos orgânicos, de modo a fazer a decomposição da matéria orgânica e produzir o húmus, que demora em torno de 60 dias para ser produzido.
 
Esse processo é mais rápido quando comparado com a compostagem seca. Usualmente, são utilizadas de 200 a 250 minhocas vermelhas ou californianas e quanto mais minhocas, mais rápida é a produção de adubo, que é rico em flora bacteriana.
 
 
Na Amazon, com uma avaliação de 4,5 de 5 estrelas dos clientes, você pode adquirir uma composteira pequena, com 3 andares e capacidade de 15 litros por R$200,00 (acesso em 06 de janeiro de 2022).
 
Composteira pequena - Amazon
 
 
 
Também há o kit de composteira grande, com capacidade de 61 litros, este modelo está à venda por R$320,00 na Amazon, com uma avaliação de clientes de 3,9 de 5 estrelas (acesso em 06 de janeiro de 2022). 
 
Composteira grande - Amazon
 

Compostagem seca

Neste tipo de composteira, não há o uso de minhocas, apenas os microrganismos são responsáveis pelo processo de compostagem, que acaba sendo mais lento por não contar com o auxílio das minhocas. Além disso, a produção do húmus também acaba demorando alguns dias a mais quando comparada com a vermicompostagem.
 
Na compostagem seca há duas formas de mexer em seu composto, é possível utilizar um recipiente específico para isto ou usar diretamente o solo. Quando o solo se torna a composteira, acaba se tornando um local mais úmido, pois o chorume fica armazenado juntamente com o composto.
 

Quais as vantagens de utilizar uma composteira em casa?

Ao adotar o uso de composteiras em sua casa, você consegue aproveitar resíduos que seriam descartados como lixo orgânico, reduzir o uso de sacolas e sacos para o armazenamento e descarte do lixo.
 
Além disso, com o chorume, o húmus e o adubo produzido, é possível fertilizar novas plantações, como hortas e jardins. Desta forma, não há necessidade de utilizar fertilizantes industrializados em sua produção orgânica.
 
O húmus produzido na compostagem é uma espécie de terra preparada, que pode atuar como regulador de temperatura e umidade do solo. Além de alimentar os microrganismos que habitam o solo, é uma importante fonte de micronutrientes, rica em zinco, cobre, ferro e cloro e também de macronutrientes para hortas e plantas, como o potássio, fósforo e nitrogênio, fósforo.
 
Restos orgânicos são valiosos para quem quer um jardim vivo e bonito. Imagem: Pinterest

Como escolher uma composteira para você?

Existem várias dúvidas sobre qual o tipo de composteira indicada para cada pessoa ou família. Para te auxiliar na escolha do seu modelo ideal, você pode se fazer alguns questionamentos, como:

 

O indicado para quem mora em uma casa pequena, em um apartamento ou em um local que não possui um ambiente aberto é adquirir um composteira de vermicompostagem com estrutura plástica ou em container. Já para quem mora em condomínio ou conta com um espaço coletivo, a opção é uma composteira seca.

 

+ SAIBA MAIS | Sustentabilidade
casa sustentávelcasa ecológicaprodutos ecológicosprodutos sustentáveispaisagismo sustentáveleconomia em casaTAGS:
  RELACIONADOS
Certificação Ambiental de Edificações
Como aplicar a Biofilia na Arquitetura?
Cisternas
Biofilia: o que é e qual sua importância para arquitetura?

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2020 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
< !-- BANNER BASILIO -- >