Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Como Decorar
VOLTAR

Cortina de varão: deve ser a minha primeira escolha?

Saiba mais sobre as cortinas de varão, suas vantagens e desvantagens e dicas para escolha e instalação

Por: Giovana Roesler       22 de Junho de 2022 - ATUALIZADO EM: 28 de Junho de 2022   |   VISUALIZAÇÕES 67

Uma bela cortina integra o ambiente, o decora, traz conforto e privacidade, além de proteger o cômodo da luz solar. As opções disponíveis no mercado são inúmeras, mas na hora de realizar a sua compra, você deve se atentar se são modelos de cortina para varão ou cortina para trilhos.
 

O que são as cortinas para varão?

As cortinas que são penduradas em varão podem ser fabricadas em diferentes tecidos, cores e materiais. Os acabamentos mais comuns costumam ser em madeira, alumínio, ferro, aço, cromado, plástico e até mesmo pintados.
 
Existem muitos modelos de varão disponíveis, o que permite diferentes combinações. É possível encontrar o varão único, que comporta a utilização de apenas um tecido e o varão duplo, sendo utilizado um para a cortina e o outro para o forro ou o blackout. Já o modelo triplo é indicado para cortinas que possuem três camadas.
 
A cortina para varão pode ser instalada no teto ou na parede. É uma opção moderna e prática, que pode ser encontrada com facilidade, aceita vários adereços e consegue ser integrada com a decoração do ambiente, de modo que se tornou a opção preferida do mercado.
 
Fonte: Unsplash
 

Modelos de alças para varão

Ao optar pelo modelo de cortina para varão você poderá encontrar uma diversidade de adereços muito maior do que as opções para trilhos. As alças para varão podem ser produzidas com argolas, lacinhos, ilhós, passantes de tecido e passabarras.
 

Quais as vantagens e desvantagens?

 

Vantagens

 

Desvantagens

 
Fonte: Unsplash
 

Como é realizada a instalação?

A instalação do suporte de varão é um procedimento simples e existem diferentes formas de instalação. É importante salientar que você deve respeitar as instruções presentes no manual de uso e de segurança do produto.
Geralmente, todos os materiais necessários, como suportes, ponteiras, buchas e parafusos, acompanham o varão quando você compra o kit de varão. Você vai precisar de uma escada, uma trena ou fita métrica, um lápis, um martelo, uma furadeira e uma parafusadeira.
 
O primeiro passo é decidir o local no qual você deseja realizar a instalação do varão e com o lápis, faça as marcações dos pontos de referência para cada lado da janela. Se você deseja fazer a instalação na parede e cobrir a janela inteiramente, você deve considerar uma sobra de 10 a 25 cm de cada lado. Não esqueça de deixar pelo menos cinco centímetros de altura acima da janela para não atrapalhar a abertura da sua cortina.
Após encostar os suportes para efetuar uma marcação mais precisa, com a ajuda de uma furadeira, realize os furos no local já sinalizado. Agora coloque as buchas e com o auxílio de um martelo, dê leves batidas para encaixá-las perfeitamente no buraco.
Em seguida, pegue os parafusos e com uma parafusadeira, fixe os suportes na parede. Coloque o varão e verifique se é necessário ajustar o seu comprimento. Caso necessário, corte o excesso, realize a limpeza, coloque a cortina e o instale.
 

Como definir o tamanho do varão?

Embora exista um certo padrão para o tamanho das janelas, não há medidas exatas para os varões, é possível encontrar modelos de um metro e meio a no máximo seis metros de comprimento. Mas você pode cortar o varão e o adaptar ao tamanho que você gostaria para cobrir a sua janela.
O importante é que o varão comporte o modelo da cortina que você deseja e a deixe bonita e funcional para o ambiente. Você deve se lembrar de deixar espaço suficiente para conseguir colocar e retirar a cortina sempre que necessário.
 
As recomendações de diâmetro dos varões variam conforme o ambiente de instalação, sendo 13 mm indicado para cozinha, 19 mm recomendado para a fixação em quartos e 28 mm e 32 mm indicados para serem instalados na sala, pois suportam um peso maior.
 
Fonte: Depositphotos
 

Que altura a cortina deve ter?

A decisão de qual altura a cortina deve ter é muito pessoal e não há regras, ela pode ir até abaixo da janela, acima ou na altura do chão. A única ideia que está sempre presente é a de que a cortina deve cobrir todo o espaço da janela. Por conta disso que, com relação a largura, o recomendado é que sempre haja pelo menos dez centímetros de tecido a mais do que a medida da janela.
 
Com relação à altura, o indicado para janelas pequenas é que a cortina fique de 10 a 20 centímetros abaixo da janela. Já para janelas que possuem um tamanho proporcional à parede, o recomendado é que a cortina chegue quase na altura do chão, mas sem arrastar.
Caso você não queira que a cortina chegue rente a altura do chão, ela deve seguir o mesmo padrão de comprimento feito para a parte superior, de modo que fique proporcional.
 
Fonte: Depositphotos
 

Como calcular a quantidade de tecido necessária para a sua cortina?

No mercado é possível encontrar a venda modelos de cortina com três larguras diferentes, sendo 1,40 m, 2,80 m e 3,00 m. Também há a opção de comprar tecido em metros lineares e neste caso, você pode escolher à medida que deseja, principalmente se quiser uma cortina com bastante franzimento. O indicado para conseguir um bom franzimento de tecido é utilizar 1,4 metros de largura de cortina para cada meio metro de varão.
 
Com relação à altura, para modelos de cortinas que cubram do varão até rente ao chão, o recomendado é adquirir opções entre 2,60 m e 2,80 m de altura. Porém, se a sua intenção é cobrir apenas a janela, você deve investir em um modelo que tenha 1,80 m de altura.  
 
 
+ SAIBA MAIS | Como Decorar
decoraçãocortinasdicas de decoraçãocomo decorarTAGS:
  RELACIONADOS
4 tendências para prestar atenção na hora de escolher um sofá novo
Tendências de Cores para 2018
Rodapé alto é tendência no décor
Tendências de Cores para 2020

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2020 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
< !-- BANNER BASILIO -- >