Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Dicas & Curiosidades
VOLTAR

Decoração verde: já imaginou ter um jardim de cactos?

Cactos são bonitos e não exigem muitos cuidados: saiba como cuidar deles

Por: Dani Lima       28 de Abril de 2022 - ATUALIZADO EM: 10 de Maio de 2022   |   VISUALIZAÇÕES 161

Você pode se surpreender com a diversidade e beleza dessa planta rústica que vem ganhando cada vez mais espaço entre as plantas ornamentais. O cacto é uma planta que sobrevive em condições extremas de falta de água, graças à sua capacidade de acumular a mesma nos talos, folhas e raízes.
 
Como são de regiões desérticas, preferem um ambiente mais seco, sendo assim, é preciso tomar alguns cuidados. A terra ideal para o cacto deve ser formada ou por uma mistura de folhas trituradas, areia grossa e argila ou apenas quantidades ideais de terra e areia, criando assim um ambiente o mais próximo possível do original.
 
Quando falamos em cactos lembramos dos seus espinhos, o que o difere da família cactaceae é a presença desses e dos acúleos. Existindo assim mais de 1.500 espécies de cactos, de muitos formatos, tamanhos, cores e flores. A retirada dos espinhos pode diminuir a vida útil da sua planta, pois os mesmos funcionam como as folhas nos cactos.
 
Espinhos: presença marcante nos cactos. Imagem: Severin Candrian - Unsplash
 
 

Decorando com Cactos

 
A ideia de manter dentro dos ambientes algo que proporcione um pouco de verde e vida, porém com fácil manutenção, vem tornando os cactos uma ótima opção para quem quer decorar. Mesmo com os espinhos, é possível criar um jardim bonito e diferente em casa.
 
Seja no jardim, seja em vasos, os cactos podem ser usados para criar composições charmosas na decoração. Imagem: topcools tee - Unsplash
 
É importante que você escolha a espécie certa para o tipo de local que a planta vai ficar. Caso queira cultivar os cactos orgânicos em pequenos vasinhos, certifique-se que suas cultivares continuarão pequenas – a altura dos cactos pode variar muito. Existem cactos mini que foram feitos para vasinhos decorativos e até o maior cacto comercializado com 19 metros de altura. Por isso, evite surpresas inesperadas. Entre as espécies bacanas estão barril dourado, candelabro; espostoa; mandacarú; malocactus, rabo de gato, rabo de Macaco e xique-xique. Se você quer um jardim florido de cactos, procure saber o período de florescência das espécies.
 
Ao escolher, preste atenção no tamanho de cada espécie de cacto. Imagem: Pelayo Arbués - Unsplash
 
Cactos geralmente gostam bastante de sol, mas temos cactos adaptados a todos os biomas brasileiros. Não é difícil de você encontrar vários cactos numa floresta da Mata Atlântica, por exemplo. Portanto, certifique-se que seu cacto é mesmo de pleno sol ou sombra parcial. E lembre-se de levá-lo para a área externa ou coloque-o perto da janela para absorver um pouco de luz caso for cultivá-los em vaso dentro de casa. São recomendadas de 8 a 10 horas de luz direta.
 
Cactos precisam de 8 a 10 horas de luz direta. Imagem: Nathalia Segato - Unsplash
 
Várias espécies de cactos são comestíveis, eles são uma boa fonte de proteínas e podem ser usados em várias receitas. No Brasil, já existem vários produtos feitos a partir da planta, como geleias, doces e até cerveja. Mas cuidado, é preciso estar atento e ter o devido conhecimento, pois algumas espécies podem ser venenosas.
 

Rega

Outro ponto essencial para saber como cuidar de cactos é em relação às regas. Em geral, eles devem ser regados 1 vez por semana no verão e a cada 15 dias no inverno. Porém, para ter certeza, confira o substrato. Coloque o dedo na terra e confira se ela está úmida ou seca, assim você saberá se a sua plantinha precisa de mais ou menos água. Mesmo seguindo a recomendação e espaçando as regas, é preciso atenção à quantidade de água. E lembre-se de regar apenas a terra e não a planta inteira.
 

O melhor vaso para um cacto

 
O melhor vaso é aquele que permite uma boa drenagem da terra e possui o tamanho adeauado para a espécie. Imagem: Depositphotos
 
O vaso certo é indispensável quando o assunto é como cuidar de cactos. O ideal é que ele seja compatível com o tamanho da espécie e tenha um bom sistema de drenagem (como aqueles com furinho embaixo), impedindo que a água acumule na raiz da planta, que poderá apodrecer. Os mais recomendados são vasos de argila ou de barro. As pedrinhas são ótimas para ajudar a escoar bem a água dos vasos. Mas tome cuidado com quais pedrinhas que escolher, o mais recomendado é optar pelas pedrinhas naturais ou até cascas de madeira. Os pedriscos brancos, de mármore, são lindos, mas liberam uma propriedade química capaz de envenenar a sua plantinha.
 
Vasos de argila ou de barro são as melhores opções para cactos. Imagem: Jessica Kantak Bailey - Unsplash
 

Como adubar cactos

 
Com relação a adubação, sabemos que é algo primordial para o cutivo de qualquer plantinha – e não é diferente com os cactos. Os adubos podem ser orgânicos ou não. Os orgânicos podem ser usados todos os meses e em pequenas quantidades. É possível encontrá-los em lojas especializadas ou fazer os mesmos em casa. Já os fertilizantes químicos podem ser recomendados para cactos e é importante seguir à risca a forma de aplicação explicada pelo fabricante.
 
 

Cacto com praga: como combatê-las

Os cactos, em geral, são plantas bem resistentes às pragas, mas as vezes podem sofrer com elas, especialmente com os ácaros e cochonilhas. Para acabar com essas pragas, o mais indicado é usar óleo de Neem. Outras dicas são: deixar a planta em um local com bastante luz solar e ar, podar as áreas mais comprometidas e misturar o óleo com água para borrifar na planta. Alguns sinais de pragas são o cacto manchado e murcho.
 
 

Jardim de cactos

Queremos desmistificar a ideia de que os cactos não pode trazer vida a um ambiente, ou de que é uma planta seca. Podemos criar jardins lindos e floridos, com um estilo moderno e de fácil manutenção, perfeito para quem não tem tempo. Vale muito a pena investir nessa ideia.
 
Que tal criar composições com cactos e um paisagismo sofisticado? Imagem: Depositphotos
 
Cactos combinam com vários estilos decorativos: neste caso foram usados em uma sala com estilo retrô. Imagem: Depositphotos
 
Por não ser uma planta cara de ser mantida em casa ou no comércio, a mistura das espécies e vasos coloridos pode proporcionar uma decoração simples mas cheia de charme para os ambientes.
 
Cactos também podem ser usados em espaços com decoração afetiva: note como o ambiente ganha delicadeza com suas formas. Imagem: Depositphotos
 
Salas contemporâneas com cores escuras ganham um toque de frescor com o verde dos cactos. Imagem: Depositphotos
 
Quer conferir personalidade à decoração do seu escritório? Aposte nos cactos com suas formas esculturais. Imagem: Depositphotos
 
 

Fontes Consultadas

 
+ SAIBA MAIS | Dicas e Curiosidades de Paisagismo
jardinagemcasa e jardimdicas de jardinagemdecoração rústicadecoração de jardimcactosTAGS:
  RELACIONADOS
Uma Árvore em sua Sala
Plantas Resistentes
Pequenos Jardins
Jardim: bem-estar e harmonia

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2020 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
< !-- BANNER BASILIO -- >