Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Livros: Dicas de Leitura
VOLTAR

O livro A Psicologia das Cores

Muito além do que encontramos na internet, o conteúdo deste livro é útil para profissionais e curiosos.

Por: Arquiteta Nadine Voitille       25 de Maio de 2021 - ATUALIZADO EM: 08 de Junho de 2021   |   VISUALIZAÇÕES 1.483

Decidir a melhor cor para a decoração nem sempre é fácil. Mesmo sabendo o que dizem sobre cada uma delas (que o vermelho é sensual, mas pode estimular a raiva, que o amarelo abre o apetite, que o laranja estimula a comunicação, que o azul acalma, ... ), a sensação que tenho é a de que falta um embasamento teórico que comprove isso para os mais céticos.
 
E finalmente encontrei este material: o livro A psicologia das cores.
 
Ele foi escrito com base em uma pesquisa que entrevistou 2 mil pessoas de 14 a 97 anos na Alemanha, pedindo que relacionassem as cores com sentimentos e qualidades.
 
 

Como o livro é organizado

Logo ao abrirmos, podemos ver duas tabelas interessantes que listam as cores preferidas e menos apreciadas das pessoas. A cor azul é apontada por 45% como a cor preferida! E se você gosta, convido-o a assistir ao vídeo que criei, mostrando através de imagens como ela vem da natureza para dentro dos projetos arquitetônicos, decorativos e do paisagismo:
 
:: YOUTUBE > O Azul na Arquitetura, na Decoração e no Paisagismo
 
 
O azul é a cor predileta, enquanto que o marrom é a menos apreciada.
 
Depois é apresentada uma sessão com combinações de cores e sua relação com sentimentos. E então o livro é dividido pelas cores, trazendo tópicos interessantes sobre cada uma delas.
 
Existem várias combinações de cores, cada uma resultando num efeito psicológico.
 
O livro é dividido pelas cores, abordando diferentes aspectos, inclusive políticos e históricos.
 

AZUL

"A cor predileta. Cor da simpatia, da harmonia e da fidelidade, apesar de ser fria e distante. A cor feminina e das virtudes intelectuais. Do azul real ao azul jeans."
 
São poucas as páginas coloridas do livro, mas nesta seção encontramos um pouco sobre cada cor. Nesta página: "exemplos e impressões relacionados com a cor azul".
 

VERMELHO

"A cor de todas as paixões - do amor ao ódio. A cor dos reis e do comunismo. A cor da felicidade e do perigo."
 

AMARELO

"A cor mais contraditória. Otimismo e ciúme. A cor da recreação, do entendimento e da traição. O amarelo do ouro e o amarelo do enxofre."
 
Nesta página: "exemplo e impressões relacionados com a cor vermelha" (à esquerda) e "amarela" (à direita).
 

VERDE

"A cor da fertilidade, da esperança e da burguesia. O verde sagrado e o verde venenoso. A cor intermediária."
 

PRETO

"A cor do poder, da violência e da morte. A cor predileta dos designers e dos jovens. Cor da negação e da elegância. Aliás, o preto é uma cor?"
 

BRANCO

"A cor feminina da inocência. Cor do bem e dos espíritos. A cor mais importante dos pintores."
 

LARANJA

"A cor da recreação e do budismo. Exótica e penetrante - e no entanto subestimada."
 

VIOLETA

"Do púrpura do poder à cor da teologia, da magia, do feminino e do movimento gay."
 

ROSA

"Doce e delicado, chocante e kitsch. Do rosa masculino ao rosa feminino."
 

OURO

"Dinheiro, sorte, luxo. Muito mais do que uma cor."
 

PRATA

"A cor da velocidade, do dinheiro e da lua."
 

MARROM

"Cor do aconchego, do pequeno-burguês e da burrice."
 

CINZA

"Cor do tédio, do antiquado e da crueldade. Os testes psicológicos com cores e a Teoria das Cores de Goethe."
 

Minha Opinião - por Arq. Nadine Voitille

A maneira como o conteúdo é exposto torna o assunto interessante: são narrados aspectos históricos e políticos; as cores são associadas a sentimentos; as cores são associadas ao comportamento dos animais; as cores são associadas à cura; as cores são associadas às formas; as cores são nomes e sobrenomes.
 
Para quem trabalha na área da arquitetura e do design, assim como na área de comunicação, este livro é uma peça chave sobre o entendimento das cores. Ele vai muito além do que encontramos nas leituras da internet e por isso vale cada centavo.
 
E para quem ama conhecimentos gerais, é um livro e tanto: você sabia que os meninos usavam rosa e as meninas azul? Para os curiosos como eu, vale ler a história contada nas páginas 214 à 217.
 
Dentre as muitas informações que traz, uma lição importante é perceber que as cores prediletas mudam com o tempo e ganham novos significados.
 
 
Só não espere ver muitas imagens: ele é essencialmente composto por palavras, ou melhor, ele é preto no branco.
 
 

Indicação

 
 
 
+ SAIBA MAIS | Dicas de Leitura
significado das corestendência em coreslivros de arquiteturalivros de decoraçãolivros de desenholivros de designTAGS:
  RELACIONADOS
O livro A linguagem das cidades
O livro Desenhar o Espaço
Livros sobre Paisagismo
O livro A Psicologia das Cores

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2020 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
< !-- BANNER BASILIO -- >