Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Plantas e Flores
VOLTAR

Resedá: árvore de pequeno porte com flores delicadas

O Resedá é uma árvore de pequeno porte, com flores delicadas, indicada para jardins e calçadas.

Por: Arquiteta Nadine Voitille       17 de Setembro de 2021 - ATUALIZADO EM: 15 de Outubro de 2021   |   VISUALIZAÇÕES 608

As árvores são lindas e contribuem muito para o meio ambiente, e por isso, deverão ser plantadas adequadamente, para que cresçam e se tornem belas. O espaço que reservamos para ela tem que ser o ideal, em todos os aspectos.
Para isso, precisamos nos informar se a mesma irá se adaptar ao clima, o quanto irá crescer, se dará flores ou não, e aí por adiante.
 
Aqui vamos falar de uma árvore chamada Resedá, conhecida por diversos nomes, tais como:  julieta, espumas, lilás indiano, crepe, escumilho (a), árvore-de-júpiter, flor-de-natal, minerva, musa das calçadas, extremosa, flor-de-merenda, banaba. Seu nome científico é Lagerstroemia indica.
.
 
Quais as características desta árvore? O Resedá é uma árvore de pequeno porte, naturalmente arbustiva, com florada rosa ou branca, indicada para paisagismo urbano e também para residências. Por ser rústica, é de fácil manutenção. Por ter uma madeira muito resistente aos insetos e de grande durabilidade, é também utilizada na carpintaria e em construções.
 
Resedá-gigante (Lagerstroemia speciosa (L.) Pers.): é uma árvore ornamental que cofere beleza ao paisagismo de ruas e edifícios. Imagem: Flores e folhagens
 

Origem

O Resedá é originário da Ásia, sendo encontrado principalmente na China, Índia e Coréia do Norte e do Sul.
 

Onde Plantá-la

Pelo seu formato e tamanho, no Brasil, é muito utilizada em projetos de paisagismo, principalmente, em vias públicas, parques e praças. Isso se dá por alguns motivos: ser uma árvore que atinge no máximo 6 metros de altura; é bem rústica, e portanto, de fácil manutenção; é de fácil germinação e cultivo; suas raízes geralmente não causam danos as calçadas; possuem um crescimento lento e com seu porte pequeno, fica com a copa longe da fiação, reduzindo as podas, resultando em um formato mais bonito.
 
Por todos os motivos acima, ela pode ser plantada também em jardins e quintais e até em grandes vasos decorativos.
 
  
Resedá (Lagerstroemia indica) em paisagismo urbano. Imagem: Mundo das Sementes
 

Clima Ideal

O Resedá é uma árvore nativa do clima Subtropical, mas se adapta ao clima Temperado, Tropical, Subtropical, Oceânico Mediterrâneo e Continental.
Gosta de luminosidade, de sol pleno e meia sombra. Mas por ser uma planta rústica, resiste bem ao frio e as geadas no Sul do Brasil e aguenta temperaturas mais elevadas, nas regiões mais quentes.
 

Tronco e Altura

Seu tronco é bonito, liso e se destaca por sua tonalidade marrom ou cinza claro, que vai descascando conforme vai crescendo. Ele poderá ser único, ter multi troncos ou crescer de forma natural, em forma de arbusto. Tudo irá depender do formato que se queira, e para isso, poderá ser podada.
 
 

Altura

Sendo considerada uma árvore de pequeno porte, sua altura alcança em média 6 metros, principalmente quando cultivada livremente.
 
Resedá rosa escuro com troncos múltiplos. Imagem: Wikiwel
 

Folhas

O Resedá possui folhas elípticas, com bordas apresentando ondulações; são resistentes à poluição, seu crescimento inicial é rápido. São consideradas folhas caducas, porque todas caem durante o inverno (onde o frio é mais forte); nos lugares onde o frio não é tão rigoroso, as folhas ganham uma tonalidade avermelhadas e só algumas caem. Isso acontece no final do Outono, voltando as folhas renovadas na Primavera.
 

Flores

As flores do Resedá são muito bonitas: podem ser brancas, rosa-choque, salmão, vermelho-carmim ou simplesmente, rosa.  Elas não são perfumadas, mas atraem muitos polinizadores, borboletas e beija flores.
 
O resedá pode ter várias cores. Imagem: Mundo das Sementes
 
Sua florada começa no final da Primavera e se intensifica no Verão.
 
Como sua floração dura bastante (até 6 meses dependendo da região), o Resedá é muito utilizado no paisagismo de ruas, praças, jardins empresariais e de condomínios.
 
As flores do Resedá são delicadas e parecem buquês. Imagem: Lam Huỳnh Vũ por Pixabay 
 

Frutos

A árvore produz cápsulas que contém as sementes, as quais não são comestíveis.
 

Mudas, plantio e adubação

Elas poderão ser feitas através de sementes ou por estaquia de galhos (que poderão ser aqueles ramos que nascem diretamente do solo, que são podados durante a limpeza).
 
Essas mudas deverão ser plantadas em solo fértil, rico em matéria orgânica e com terra bem solta, favorecendo a drenagem (elas devem ser regadas regularmente, sem deixar o solo encharcado); as mudas também devem receber bastante luz do sol, pelo menos de 6 a 8 horas diárias.
 
Quando as mudas estiverem entre 30 e 60 cm, poderão ser plantadas no seu lugar definitivo.
A cova deverá ter cerca de 3 vezes a largura da raiz. Logo que plantada, aplique uma camada de 5cm a 10cm de húmus de madeira em volta do caule.
 

Adubação

Quando formos plantá-la, deverá ser bem misturada na terra retirada da cova, uma mistura de esterco de gado bem curtido ou cerca de 10 colheres de sopa de NPK, fórmula 04-14-08.
No início da primavera, adubar com adubo orgânico e farinha de osso, e durante a floração com adubo mineral NPK 4-14-8.
 

Preço das Mudas

Geralmente o preço é bem acessível, e em algumas regiões do Brasil, algumas prefeituras a distribuem gratuitamente.
 
As flores do Resedá podem ser brancas, rosa e até liláses. Imagem: Wikimedia
 

Rega

Enquanto a planta for muda, ou jovem, a rega deverá ser feita, dia sim, dia não, principalmente, se o clima for quente, mas sem deixar o solo encharcado, apenas úmido.
Se for durante o inverno, deverá ser feita a rega 2 vezes na semana.
E depois que a árvore for adulta, regar caso haja ausência prolongada de chuvas.
 

Poda

O Resedá é uma árvore bem rústica e resistente, mas é recomendada a poda de limpeza, para remover galhos secos e doentes, galhos muito baixos, ramos tortos, além das flores murchas e folhas secas. Assim será uma árvore mais bonita e saudável, com floradas mais intensas.
 
Por ser naturalmente uma planta arbustiva em seu habitat, será necessário retirar os brotos laterais, caso queira deixá-la com formato de árvore.
Geralmente, essa poda é realizada no inverno, coincidindo com a queda da maioria das folhas.
 
Esta limpeza previne pragas e libera espaço para novos brotos mais saudáveis na primavera.
 

Bonsai de Resedá

Por ser uma planta ornamental, com lindas flores, poderá ser plantada e desenvolvida como bonsai.
 
Bonsai de Reseda. Imagem: Jardineiro.net - sandstein
 

Pragas

Ocasionalmente, poderá ser atacada por pulgões, percevejos e cochonilhas. Mas desaparecem rapidamente quando tratada com inseticida para plantas ornamentais.
Poderá também ser atacada pelo fungo oídio, o que é muito comum de acontecer, criando um uma espécie de bolor branco nas folhas e talos.
Basta aplicar fungicida a base de enxofre no local afetado e evitar de molhar quando fizer a rega.
 
 

Propriedades e Benefícios

O Resedá é utilizado na medicina popular na forma de infusão, ou seja, na forma de chá (chamado em outros países de Banaba tea). Ela é conhecida principalmente por ser usada no controle do diabetes tipo II, mas isso deve ser feito com orientação médica, pois algumas pessoas podem ter alergia, passar mal por baixar os níveis de açúcar no sangue ou interação medicamentosa.
 
Que partes são usadas? Suas folhas, ramos, flores e casca (as sementes são tóxicas). E no geral, estas são suas propriedades medicinais: febrífuga, antibiótica, adstringente, diurética, estimulante, anti-inflamatória e purgante. Mas, como todo medicamento, deve ser consumido com moderação e indicação médica.
 
 

Fontes Consultadas

 
 
+ SAIBA MAIS | Plantas e Flores
urbanismojardinagem e paisagismodicas de paisagismopaisagismo urbanoTAGS:
  RELACIONADOS
Ixora: flor para floreiras e cercas vivas
Bougainvillea: trepadeira para paisagismo
6 espécies de planta para trazer vida para o seu apartamento
Coléus: folhagens coloridas para o jardim

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2020 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
< !-- BANNER BASILIO -- >