Seu Portal de Ideia e Soluções
      ARTIGOS
ARTIGOS / Revestimentos de Piso
VOLTAR

Tudo sobre pisos laminados
Um piso confortável, disponível em uma variedade de cores, padrões e texturas, prático, alinhado a questão da sustentabilidade e que produz um belo efeito nos ambientes a um custo acessível. Esse é o piso laminado.
Por: Renata Vianna Unruh       30 de Abril de 2022 - ATUALIZADO EM: 17 de Maio de 2022   |   VISUALIZAÇÕES 233

O Piso Laminado

Um revestimento que reúne beleza, conforto e praticidade. O piso laminado de encaixe e o colado tem algumas particularidades na sua instalação. Piso laminado resistente à água? A estrutura desse revestimento faz com que seja resistente a abrasão, riscos..., mas não à água em excesso. As recomendações sobre como limpar o piso laminado são simples de serem seguidas. Seu aspecto semelhante à madeira natural a um custo acessível o tornam uma excelente opção.
 

História

O piso laminado foi desenvolvido na Suécia em 1977 e chegou ao Brasil na década de 1990.
 

Características

É um revestimento formado por peças, chamadas réguas, e que não é fixado ao contrapiso, por isso é um piso flutuante.
 
As réguas são compostas por uma capa, núcleo e uma contracapa.
A capa ou camada superficial é composta por uma película cristalina de celulose, impregnada de resina melamínica e partículas de óxido de alumínio, que é pouco permeável a líquidos e altamente resistência à abrasão e riscos. E por uma lâmina decorativa de celulose embebida em resina melamínica que torna possível a multiplicidade de padrões decorativos.   
O núcleo ou substrato é o painel de fibras ou partículas de madeira de alta densidade HDF (high density fiberboard), que proporciona a robustez e a estabilidade das peças para que suportem à carga concentrada de móveis e demais objetos. Essa porção é usinada em sua lateral e topo produzindo precisos encaixes tipo macho e fêmea.
A contracapa ou balanço é composta por lâminas de celulose impregnadas de resina melamínica que confere a estabilidade.
A Eucatex® produz pisos com o HPP, um resistente substrato obtido de partículas alongada de eucalipto, que confere maior estabilidade dimensional e maior resistência a impactos, carga concentrada e absorção de líquidos.   
 
Para os ambientes residenciais, o piso laminado é indicado como revestimento para quartos, salas e circulação. Imagem: depositphotos
 

Indicação

É indicado para áreas secas e protegidas da alta incidência solar. Em áreas residenciais possibilita criar uma atmosfera elegante e acolhedora em quartos e salas.
 
Para áreas onde existe tráfego intenso de pessoas, como espaços comerciais, existe a opção da versão para alto tráfego.
 
É possível instalar o piso laminado sobre revestimentos como a cerâmica, o ladrilho hidráulico, o porcelanato, entre outros, mas, não é recomendável a instalação sobre pisos flutuantes e carpete têxtil. O carpete não oferece a regularidade superficial necessária e como um piso flutuante subjacente pode ocultar umidade, comprometendo a estabilidade do piso sobreposto. 
 
O piso laminado é a escolha certa para quem deseja conforto e elegância aos ambientes. Imagem: depositphotos
 

Contraindicação

É desaconselhável usar em áreas molhadas como cozinha, banheiros e é contraindicado lavar as áreas onde o revestimento foi instalado, considerando sua baixa resistência à água. A utilização em áreas com alta exposição solar também é contraindicada, pela suscetibilidade a alteração de cor.
 
  
É aconselhável secar a área do piso laminado acidentalmente molhada para evitar o intumescimento das réguas. Imagem: depositphotos
 

Materiais e Ferramentas

É sempre bom lembrar do uso de equipamentos de proteção individual para a segurança.
Trena para medir os ambientes e esquadro para verificar o ângulo reto entre as paredes. Lápis para marcações, esmerilhadeira, ferramenta para cortar os batentes das portas equipada com disco apropriado para o corte de madeira. Espaçadores para a instalação das réguas. As réguas propriamente, a manta de espuma de polietileno, e para situações específicas, lona de alta micragem. Serras circular, manual, tico-tico e de meia esquadria para o corte de peças.
 
Para o sistema colado são necessários, alavanca, martelo, bloco batedor e cinta de tração.
Fazem parte da finalização rodapés e perfis de acabamento. É necessário silicone para os perfis de acabamento e cola PVA, pregos ou parafusos para a fixação dos rodapés.
 
Ferramentas para a instalação. Imagem: depositophotos
 

Instalação do piso

Cuidados prévios à instalação

A área deve ser medida e a modulação do piso definida, para a quantificação das peças que formarão as fileiras, de acordo com a orientação, longitudinal, transversal ou diagonal. Os ângulos entre as paredes, devem ser verificados com esquadro para observar sua perpendicularidade.
 
A direção escolhida para a instalação das peças pode influenciar a percepção sobre o tamanho e a perspectiva de um ambiente.
 
As embalagens ainda fechadas, devem ser posicionadas horizontalmente para adaptação à temperatura e umidade do ambiente, deve-se evitar colocar as embalagens em posição vertical.
O contrapiso deve ser inspecionado para identificar e corrigir irregularidades como saliências e depressões superiores a 3 mm e a presença de umidade.
A verificação é possível através de procedimentos simples. Para o nivelamento, é possível avaliar o alinhamento do perfil de uma régua sobre o contrapiso. Com relação a umidade, colar plásticos em algumas áreas do contrapiso com fita adesiva e observar em um período de aproximadamente 48 horas a presença de condensação ou escurecimento no local. Caso aconteça é importante corrigir a situação. O contrapiso deve se apresentar limpo, seco e livre de irregularidades antes da instalação.
 
Para a instalação de piso laminado em pavimento térreo é recomendável a utilização de lona resistente de 200 micras ou 0,2 milímetros de espessura, sem micro furos, com a função de impermeabilização. A lona deverá ser aberta sobre a área do contrapiso e permitir um excedente de 3 centímetros em direção às paredes. Esse excedente garante a impermeabilização e será ocultado com a instalação de rodapés.
Uma etapa indispensável que antecede a instalação do piso laminado, é a colocação da manta de espuma de polietileno. A manta, com 2 milímetros de espessura, é um material resiliente capaz de absorver ruídos de impacto, proporcionando conforto acústico, além de favorece a acomodação do piso.  Deve ser sempre posicionada transversalmente ao sentido da instalação das réguas, seguindo as instruções do fabricante. 
 
A manta de espuma de polietileno deve ser sempre colocada transversalmente ao sentido de instalação das réguas. Imagem: depositphotos
 
Para mensurar os batentes das portas que serão recortados, é utilizada uma régua do piso posicionada sobre a manta como referência de altura. Os cortes são realizados através de disco de corte para madeira acoplado a uma esmerilhadeira e devem ter profundidade de 15 mm para permitir a dilatação do piso. É importante verificar a necessidade de ajuste da altura da folha da porta.
 

Como é feita a instalação

As réguas que ficam próximas às paredes devem ser mantidas afastadas destas, através do uso de espaçadores com 8 ou 10 milímetros para permitir a dilatação do piso instalado.
Ao concluir uma fileira, possivelmente será necessário cortar uma régua. O corte deverá ser realizado com o lado decorativo voltado para baixo. Para produzir um padrão, as fileiras devem alternar a sequência das réguas e os procedimentos são repetidos até cobrir toda a área.
Os espaçadores são removidos antes do encaixe e estabilização dos perfis de acabamento com silicone ou cola e das peças do rodapé. Essas, devem ser cortadas com serra de meia esquadria para obter precisão dos ângulos e então fixadas às paredes através de pregos, parafusos ou cola.
 
É possível optar entre o sistema click ou clicado e o sistema colado.
 

Instalação do sistema colado

O sistema colado é a alternativa mais econômica. A aplicação de cola é feita no lado fêmea em quantidade suficiente para que ao encaixe ocorra um leve extravasamento do adesivo para a superfície e calafetação da junta. Mas, o excesso de adesivo deve ser evitado porque provoca frestas e o afastamento das réguas. Durante a instalação o alinhamento deve ser verificado com o uso de alavanca, bloco batedor e martelo e a cinta de tração.
A desvantagem desse sistema é a impossibilidade de substituir uma peça danificada sendo necessário substituir o piso completamente.
 
Vídeo sobre a instalação do sistema colado

Instalação do sistema click ou clicado

O sistema click ou clicado dispensa o uso de cola, e o encaixe das réguas contíguas em uma mesma fileira é obtido pela aproximação de suas extremidades e a realização de movimentos suaves para cima e para baixo até a junção, o click. Segue-se a ordem de união das réguas uma a uma, formando as fileiras e para o encaixe lateral, as réguas previamente encaixadas por topo são levantadas com uma das mãos, os movimentos executados e uma leve projeção de força com a outra mão, favorece o encaixe lateral à fileira anterior.
Uma vantagem do sistema clicado é a possibilidade de substituição de uma régua, pois as peças não são coladas entre si.
 
Vídeo sobre a instalação do sistema click
 
A praticidade da instalação do sistema de piso laminado clicado. Imagem: depositphotos

Durabilidade e manutenção

A estrutura das réguas proporciona consistência e firmeza às peças e o tratamento da camada superficial confere resistência à abrasão e riscos. Essas características associadas a observância das recomendações e cuidados favorecem a durabilidade do revestimento.
 
Esse tipo de piso apresenta fácil manutenção e o ideal é seguir as instruções do fabricante para a limpeza.
De modo geral, para a manutenção diária recomenda-se o aspirador de pó ou o uso de vassoura de cerdas macias. A limpeza úmida deve ser realizada com pano levemente molhado utilizando apenas água e sabão neutro. O piso laminado não apresenta resistência à água, que em excesso provoca o intumescimento das réguas. É contraindicado lavar ambientes onde esse tipo de revestimento é instalado.
Embora apresente bastante resistência a riscos e quebras, é aconselhável evitar arrastar móveis e objetos para não danificar o piso e usar protetores sob as peças.
 
Aplicar as proteções de feltro sob os móveis ajuda a preservar a integridade e beleza do piso laminado. Imagem: depositphotos
 

Opções de Cores e Acabamentos

A variedade de opções em cores, padrões e texturas dos pisos laminados permite criar ambientes que agradam públicos diferentes estilos.  O fator comum é a beleza desse revestimento, que oferece resistência e durabilidade e transmite a sensação de conforto. A aplicação das réguas como revestimento de uma parede torna o ambiente aconchegante e sofisticado.
 
A variedade de cores e padrões tornam o piso laminado uma excelente escolha para diferentes estilos. Imagem: depositphotos
 

Vantagens

Conforto térmico, a sensação agradável proporcionada pelo piso laminado é um convite a andar descalço sobre ele. Imagem: depositphotos
 

Desvantagens

 

Comparativo com o piso vinílico

O piso laminado é uma alternativa sustentável, é produzido a partir de madeira de pinus e eucalipto, árvores plantadas com finalidade produtiva, recuperando áreas degradas em um ciclo renovável de colheita e plantio. As árvores absorvem o gás carbônico reduzindo sua concentração na atmosfera. 
 
O piso laminado é um revestimento alinhado à sustentabilidade, produzido a partir do manejo de árvores plantadas com essa finalidade. Imagem: depositphotos
 
Agora que você conhece o piso laminado, que tal conhecer o piso vinílico? O piso vinílico é produzido com Policloreto de Vinila, um material organoclorado e seus subprodutos estão relacionados a bioacumulação. O revestimento vinílico apresenta desempenho acústico superior ao do piso laminado e tolera bem a umidade.
 
 

Fontes Consultadas e das Imagens

 
 
+ SAIBA MAIS | Revestimentos de Piso
arquitetura sustentáveldecoração de interiorespiso laminadocomo decorartipos de pisoTAGS:
  RELACIONADOS
Piso de Cimento Queimado
Piso de Porcelanato Líquido
Tudo sobre pisos laminados
Soleiras: como escolher

0 COMENTÁRIOS
clique para visualizar
2010 - 2020 - CLIQUE ARQUITETURA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
< !-- BANNER BASILIO -- >